top of page

Tarot Zen Osho - Deixando Ir (8 de Copas): Significado e interpretação da carta.

Atualizado: 23 de fev.


Simbologia da carta Deixando Ir


A carta "Deixando Ir" (8 de Copas) do Tarot Zen Osho é uma representação profundamente simbólica e emotiva que captura a essência do ato de se desapegar e permitir a transformação. A imagem desenhada retrata um momento de transição, onde a gota d'água, prestes a cair da folha de lótus ao amanhecer, transmite um sentimento de delicadeza e vulnerabilidade. Cada detalhe da imagem é cuidadosamente concebido para transmitir a mensagem de soltar e deixar ir.


A atmosfera tranquila e serena do amanhecer, com sua luz suave e cores suaves, sugere a quietude interior necessária para se liberar algo que já não serve mais. A folha de lótus, um símbolo de pureza e renascimento no budismo, representa o estado atual da situação ou da emoção que está sendo deixada para trás. A gota d'água, suspensa no limite da folha, simboliza a dúvida, o momento de reflexão antes de tomar a decisão final de se soltar.



A ondulação da água, capturada com detalhes minuciosos, é um lembrete da constante mudança na vida e das flutuações emocionais que enfrentamos. A gota que cai está a ponto de se unir à vastidão da água abaixo, representando a fusão da individualidade com o todo, um ato de entrega à experiência coletiva da existência. A água, como elemento, é também um símbolo das emoções e do inconsciente, ressaltando a importância de mergulhar profundamente em nossa própria psique.


A gota d'água perdendo sua identidade anterior é uma metáfora poderosa para a transformação pessoal que ocorre quando deixamos para trás algo que já não nos serve.


Esse ato de soltar requer coragem, assim como a gota pode ter hesitado na "fronteira entre o conhecido e o incognoscível". Essa fronteira representa o limiar entre o que é confortável e familiar e o desconhecido que aguarda. A gota, ao cair, se entrega à força da gravidade, assim como nós, ao deixar ir, nos entregamos ao fluxo natural da vida.


A imagem transmite uma sensação de beleza serena e melancolia ao mesmo tempo. Ela nos convida a refletir sobre o que estamos mantendo em nossas vidas, o que está nos impedindo de progredir e como podemos nos libertar desses fardos emocionais. Ao contemplar a gota d'água caindo, somos instigados a considerar os momentos em que hesitamos, mas também os momentos em que nos permitimos mergulhar no desconhecido com confiança.


Em resumo, a carta "Deixando Ir" do Tarot Zen Osho é uma representação visual magistral do processo de soltar, permitir a transformação e abraçar o desconhecido. Cada detalhe da imagem, desde a gota d'água prestes a cair até a ondulação da água, contribui para a riqueza simbólica dessa carta, convidando-nos a explorar as profundezas de nossa própria jornada de autodescoberta e crescimento emocional.



Significado da carta Deixando Ir


A carta "Deixando Ir" (8 de Copas) no Tarot Zen Osho traz consigo um significado profundo e essencial de encerramento, transformação e libertação. Quando essa carta emerge em uma leitura, ela traz a mensagem de que um ciclo está chegando ao fim, uma fase da vida está se completando e é hora de se desapegar do que já não mais serve ao nosso crescimento e evolução.


A interpretação do trecho "Tirar esta carta em uma leitura é o reconhecimento de que alguma coisa acabou, de que algo está se completando" sugere que a carta é um espelho que reflete a consciência de que é chegado o momento de deixar para trás algo que desempenhou um papel importante em nossa vida. Pode ser um emprego que nos definiu por muito tempo, um relacionamento que já não mais nos nutre ou até mesmo um lugar que nos era querido. A carta nos convida a reconhecer essa conclusão com aceitação, mesmo que haja tristeza associada a essa despedida.


A imagem da gota d'água caindo da folha de lótus destaca o conceito de soltura, de se render à gravidade da vida e permitir a mudança. O trecho "é hora de deixar isso para trás, permitindo qualquer tristeza que surja, mas sem tentar se agarrar ao que se completou" nos aconselha a não resistir ao fluxo natural das coisas. Em vez disso, devemos permitir que a tristeza e os sentimentos de perda fluam, mas sem nos prendermos àquilo que já passou.


A menção de que "alguma coisa maior está esperando por você: há novas dimensões a serem descobertas" é uma mensagem de esperança e otimismo. Ao liberar o antigo, abrimos espaço para o novo. A carta nos lembra que, quando nos afastamos do familiar, entramos em territórios desconhecidos onde oportunidades de crescimento, aprendizado e experiências transformadoras nos aguardam.


A referência à gravidade que cumpre sua função evoca a ideia de que quando nos permitimos cair no desconhecido, estamos permitindo que as forças naturais da vida nos guiem. O trecho "Você ultrapassou o ponto a partir do qual não há volta" nos convida a abraçar a transformação sem hesitação, aceitando que não podemos voltar atrás uma vez que a decisão de deixar ir tenha sido feita.


Em resumo, a carta "Deixando Ir" é um lembrete de que a vida é cíclica e que, para crescer e evoluir, é necessário soltar aquilo que já não contribui mais para o nosso caminho. Ela nos encoraja a aceitar o encerramento com coragem e alegria, permitindo que as emoções fluam naturalmente. Ao fazer isso, abrimos espaço para o novo, para a expansão e para a libertação que nos aguardam além das fronteiras do conhecido.


Significado da carta "Deixando Ir" (8 de Copas) do Tarot Zen Osho, juntamente com dicas e conselhos nos diferentes contextos mencionados:


Vida Amorosa:

Na vida amorosa, a carta "Deixando Ir" sugere que pode estar chegando o momento de avaliar um relacionamento que já não está lhe trazendo alegria, crescimento ou harmonia. Se houver um relacionamento que não está mais satisfatório, é hora de reconhecer que pode ser melhor seguir em frente. Embora isso possa trazer tristeza temporária, permita-se liberar o passado para abrir espaço para um amor mais autêntico e saudável.


Trabalho:

No contexto profissional, a carta indica que pode ser o momento de considerar novos rumos ou oportunidades. Se o seu trabalho atual não está mais alinhado com seus objetivos ou valores, é apropriado pensar em fazer mudanças. Embora deixar um emprego possa ser assustador, lembre-se de que, ao liberar o que não está mais lhe servindo, você está abrindo a porta para novas experiências profissionais que o enriquecerão.


Saúde:

No âmbito da saúde, a carta "Deixando Ir" pode sugerir a necessidade de abandonar hábitos ou padrões de pensamento que não estejam contribuindo para seu bem-estar. Esteja aberto a adotar práticas mais saudáveis e positivas, permitindo que o passado seja abandonado. Isso pode envolver a liberação de preocupações desnecessárias ou de comportamentos que afetam negativamente sua saúde.


Dinheiro:

No contexto financeiro, a carta sugere que é hora de reavaliar seus padrões de gastos e investimentos. Se houver dívidas ou investimentos que não estão mais lhe beneficiando, considere abandoná-los e adotar uma abordagem mais equilibrada para administrar suas finanças. Liberte-se de decisões passadas que possam estar prendendo você e esteja aberto a novas estratégias para melhorar sua situação financeira.


Família:

Na esfera familiar, a carta "Deixando Ir" pode indicar a necessidade de estabelecer limites saudáveis e soltar expectativas não realistas. Se houver relacionamentos familiares que estão lhe causando mais dor do que alegria, é importante considerar se é hora de se afastar emocionalmente, mantendo a distância necessária para proteger seu bem-estar emocional.


Em todos esses contextos, a mensagem central da carta é a de que a transformação e o crescimento muitas vezes exigem soltar o passado. Embora isso possa ser desafiador, lembre-se de que a liberação é o que permite que coisas novas e mais alinhadas com sua jornada entrem em sua vida. Esteja aberto à mudança, ao autodescobrimento e à libertação do que já não é benéfico para você.


Aspectos positivos e negativos da carta "Deixando Ir" (8 de Copas) do Tarot Zen Osho:

Aspectos Positivos:

1. Renovação: A carta traz a mensagem de renovação e transformação. Deixar ir o que não serve mais permite abrir espaço para novas experiências, perspectivas e oportunidades.

2. Crescimento Pessoal: Ao soltar o passado, você se abre para o crescimento pessoal e emocional. O ato de se desapegar pode resultar em uma jornada de autodescoberta e autoconhecimento.

3. Libertação: A carta indica um processo de libertação de fardos emocionais e limitações. Você está se livrando de algo que já não contribui positivamente para sua vida.

4. Coragem para Mudar: Aceitar o fim de um ciclo e permitir a mudança exige coragem. Os aspectos positivos dessa carta incluem a coragem de enfrentar o desconhecido e abraçar novos desafios.

5. Clareza de Propósito: Ao deixar ir o que não mais serve, você pode ganhar clareza sobre seus objetivos e prioridades. Isso ajuda a direcionar sua energia para o que realmente importa.


Aspectos Negativos:

1. Tristeza e Luto: Deixar ir algo significativo muitas vezes é acompanhado por sentimentos de tristeza, luto e incerteza. O processo de desapego pode ser emocionalmente desafiador.

2. Medo do Desconhecido: A incerteza do que está por vir poder gerar ansiedade e medo. A resistência a abandonar o familiar em favor do desconhecido pode ser uma barreira.

3. Relutância em Aceitar Mudanças: Às vezes, as pessoas podem resistir ao processo de soltar o passado devido ao apego emocional ou ao medo de perder uma parte de si mesmas.

4. Receio de Perder Identidade: Abandonar algo que foi central em sua vida pode criar uma sensação de perda de identidade, especialmente se esse elemento estava fortemente associado a quem você era.

5. Incapacidade de Soltar: Se não for possível soltar o que está ultrapassado, você pode ficar preso em padrões que não são mais saudáveis ou construtivos.


É importante lembrar que, embora haja aspectos desafiadores associados a deixar ir, essa carta ressalta a importância da aceitação e da abertura para o crescimento. A transformação muitas vezes requer a coragem de liberar o que não é mais útil, permitindo espaço para algo novo e mais significativo.


Reflexões sobre a Jornada Interior: Combinações da Carta "Deixando Ir" com os Arcanos Maiores do Tarot Zen Osho


Deixando Ir e O Bobo (0):

Liberando o passado para abraçar o desconhecido, esta combinação convida você a abraçar sua jornada com uma mente aberta e alegria infantil.

Deixando Ir e Existência (I):

Ao soltar antigas identidades, você permite que seu ser autêntico brilhe. Deixe para trás o que não é você para abraçar a verdadeira essência.

Deixando Ir e A Voz Interior (II):

Deixar ir exige escutar sua intuição. Ao soltar o externo, você se conecta mais profundamente com sua sabedoria interior.

Deixando Ir e Criatividade (III):

Ao liberar velhos padrões, você dá espaço para a criatividade florescer. Deixar ir é como preparar o solo para um novo jardim de possibilidades.

Deixando Ir e O Rebelde (IV):

Liberte-se das amarras que restringem seu verdadeiro eu. Esta combinação incentiva a abandonar limitações impostas pelos outros.

Deixando Ir e Não-Materialidade (V):

Solte a apegos materiais e mergulhe na verdadeira riqueza da experiência. Deixar ir é libertar-se das correntes do materialismo.

Deixando Ir e Os Amantes (VI):

Deixar ir relacionamentos que não mais servem ao crescimento é uma forma de amor-próprio. Escolha deixar partir o que não é amor autêntico.

Deixando Ir e Consciência (VII):

Ao soltar o passado, você ganha clareza sobre o presente. A consciência profunda auxilia na aceitação da necessidade de mudança.

Deixando Ir e Coragem (VIII):

Solte o que não é mais útil com coragem. A coragem reside em enfrentar o desconhecido e abraçar o vazio que antecede o novo.

Deixando Ir e Solitude (IX):

A solidão voluntária pode ser uma oportunidade para deixar ir. Ao se isolar, você pode refletir sobre o que é essencial.

Deixando Ir e Mudança (X):

Deixar ir é um componente crucial da mudança. Aceite que a transformação requer liberar o que já não serve.

Deixando Ir e Ruptura (XI):

A ruptura pode trazer libertação. Solte as correntes do passado e permita-se avançar sem bagagens desnecessárias.

Deixando Ir e Nova Visão (XII):

Ao soltar perspectivas antigas, você abre espaço para uma nova visão de si mesmo e do mundo. Liberte-se do que o limita.

Deixando Ir e Transformação (XIII):

Esta combinação reforça que deixar ir é um ato de transformação. A liberação é a chave para renascer como uma versão mais autêntica.

Deixando Ir e Integração (XIV):

Solte fragmentos do passado para se tornar inteiro. A integração ocorre quando você abraça todas as partes de si mesmo.

Deixando Ir e Condicionamento (XV):

Liberte-se das crenças e padrões condicionados. Ao deixar ir, você desafia o que foi imposto e encontra sua verdade.

Deixando Ir e Relâmpago (XVI):

Como um relâmpago que rasga o céu, essa combinação pede a coragem de soltar velhos padrões de pensamento. A iluminação surge quando você deixa ir.

Deixando Ir e Silêncio (XVII):

No silêncio da introspecção, encontre força para deixar ir. A quietude permite ouvir a voz da sabedoria interior.

Deixando Ir e Vidas Passadas (XVIII):

Solte as amarras do passado que ainda o afetam. Ao liberar antigas bagagens emocionais, você se liberta para o presente.

Deixando Ir e Inocência (XIX):

A inocência é recuperada quando você solta julgamentos e experiências passadas. Deixe ir para redescobrir a pureza interior.

Deixando Ir e Além da Ilusão (XX):

Ao abandonar ilusões, você abre espaço para a verdade. Deixar ir é desvendar o véu das aparências.

Deixando Ir e Completude (XXI):

A jornada de completude inclui deixar ir o que não é essencial. Ao liberar o supérfluo, você se aproxima de sua totalidade.


Nestas combinações, a carta "Deixando Ir" se une a cada um dos Arcanos Maiores para oferecer insights sobre a importância da liberação em diferentes aspectos da vida. Cada combinação traz uma perspectiva única sobre o processo de soltar o passado e abraçar o presente com coragem e aceitação.


Conclusão:


A carta "Deixando Ir" (8 de Copas) do Tarot Zen Osho representa um convite para a transformação através da liberação consciente. Essa carta nos lembra que, assim como uma gota d'água que cai da folha de lótus, a vida é um fluxo constante de mudança. As circunstâncias atuais, marcadas por desafios globais e individuais, ecoam o simbolismo dessa carta, convidando-nos a deixar ir o que não serve mais em nossas vidas.


Assim como a gota que cai da folha de lótus, podemos sentir a hesitação na fronteira entre o conhecido e o desconhecido. A incerteza que enfrentamos hoje muitas vezes nos faz vacilar, mas é precisamente nesse momento de vacilação que reside a oportunidade de crescimento. A gota d'água não resiste à gravidade; ela se entrega à jornada, e assim devemos fazer também.


O ato de deixar ir se assemelha ao processo de limpeza que vivenciamos quando a primavera segue o inverno. Assim como as árvores liberam suas folhas antigas para dar espaço às novas, podemos aproveitar este momento para liberar padrões, relacionamentos e emoções que já não nos servem. Essa liberação não é apenas um ato de desapego, mas também uma afirmação corajosa de nosso compromisso com o crescimento interior.


Em um mundo em constante evolução, onde a tecnologia e a cultura nos oferecem uma miríade de escolhas, a carta "Deixando Ir" nos convida a avaliar com discernimento aquilo que nos rodeia. Semelhante ao minimalismo moderno, que abraça a simplicidade e a funcionalidade, essa carta nos encoraja a simplificar nossas vidas, eliminando o excesso e focando no essencial.


Hoje, em meio a mudanças rápidas e desafios imprevistos, somos convidados a refletir sobre o que estamos mantendo em nossas vidas. Assim como a gota d'água que se une à vastidão da água, a liberação nos permite integrar-nos plenamente à corrente da vida. O ato de deixar ir não é um adeus definitivo, mas sim um passo em direção a um novo começo, onde novas dimensões de descoberta e crescimento nos aguardam.


Portanto, enquanto enfrentamos os ventos da mudança, lembremos da mensagem da carta "Deixando Ir": soltar o passado é um ato de coragem e sabedoria. Ao permitir que as velhas folhas caiam, fazemos espaço para florescer e nos renovar. Em um mundo em constante movimento, a arte de deixar ir nos ajudar a fluir harmoniosamente, abraçando a jornada da vida com um coração aberto e confiante.


Nota: O que representam os Arcanos Menores:

Os Arcanos Menores do Tarot, muitas vezes comparados com um baralho comum de cartas, representam as experiências cotidianas e as nuances da vida humana. Eles são divididos em quatro naipes (Copas, Espadas, Paus e Ouros ou Pentáculos) que correspondem aos quatro elementos (Água, Ar, Fogo e Terra), cada um representando um aspecto distinto da experiência humana:

• Copas (elemento água) representam emoções, sentimentos, relacionamentos e questões espirituais.

• Espadas (elemento ar) representam pensamentos, palavras, ações, conflitos e desafios.

• Paus (elemento fogo) representam energia, motivação, criatividade, ambição e crescimento pessoal.

• Ouros ou Pentáculos (elemento terra) representam aspectos materiais da vida, como trabalho, dinheiro, saúde e questões práticas do dia a dia.


Os Arcanos Maiores, por outro lado, representam os grandes temas da vida, as forças universais e os arquétipos profundos. Eles falam de grandes questões existenciais, mudanças significativas e os principais desafios e bênçãos da vida.


Quando combinamos os Arcanos Menores e Maiores em uma leitura de Tarot, podemos obter uma imagem mais completa e matizada da situação ou questão em análise. Os Arcanos Maiores podem apontar para os grandes temas ou forças em jogo, enquanto os Arcanos Menores podem fornecer detalhes adicionais, esclarecendo como esses temas estão se manifestando no dia a dia do consulente.


Por exemplo, se em uma leitura a carta dos Arcanos Maiores "A Imperatriz" (que pode representar abundância, criatividade, fertilidade) aparece junto com o "Dois de Copas" dos Arcanos Menores (que geralmente representa uma parceria ou relacionamento íntimo), a interpretação pode sugerir que um relacionamento atual está florescendo e trazendo grande alegria e satisfação, ou que um novo relacionamento pode surgir e trazer consigo um período de felicidade e crescimento pessoal.


Em resumo, a combinação dos Arcanos Menores e Maiores em uma leitura de Tarot fornece uma visão rica e complexa, permitindo uma interpretação que pode iluminar tanto os grandes temas da vida quanto os aspectos mais práticos e cotidianos.


Se você ainda tem dúvidas ou deseja explorar ainda mais as artes divinatórias, não perca mais tempo procurando respostas. Faça agora sua consulta com o Tarot Zen Osho online e descubra o que o futuro reserva para você. Acesse nosso site e faça uma consulta.


varias cartas do tarot zen osho




1 Comment


Sandra
Sandra
Oct 06, 2023

A carta deixando ir, no meu caso significa fracasso. Estou finalizando algo , ou algo está finalizando comigo,e me expulsando com deméritos pela porta dos fundos. Não tenho condições de reverter o quadro, assim como a força da gravidade , sou obrigada a cair. Perdi. Desapegar para o túmulo. Desistência final.

Like

Consultores:

bottom of page