top of page

Tarot Zen Osho - Silêncio (A Estrela): Significado e interpretação da carta.

Atualizado: 26 de fev.


Desvendando a Carta XVII - Silêncio (A Estrela) do Tarot Zen Osho

O Poder Transformador do Silêncio


Aspectos e Iconografia da carta Silêncio (A Estrela):


A carta XVII Silêncio (A Estrela) do Tarot Zen Osho traz consigo uma simbologia profunda e uma iconografia fascinante que nos convida a explorar os reinos do silêncio, da introspecção e da paz interior.


A imagem retratada na carta revela a receptividade silenciosa de uma noite estrelada de lua cheia, que reflete sua beleza e serenidade em um lago coberto de névoa. A presença da lua cheia simboliza a plenitude e a iluminação espiritual, enquanto o lago com névoa evoca um estado de mistério e ocultismo.



No céu, observamos um rosto em profunda meditação, representando uma deusa da noite. Essa figura divina personifica a profundidade, a paz e a compreensão que podem ser encontradas no silêncio interior. Ela nos lembra da importância de nos conectarmos com a tranquilidade e a sabedoria que residem dentro de nós.


A simbologia da carta nos convida a adentrar o silêncio e a quietude, a explorar as origens do nosso próprio silêncio interior até o ponto em que ele se funde com o silêncio do universo. É um convite para nos entregarmos a um estado de repouso interno, permitindo-nos sintonizar com nossa verdade mais profunda.


A iconografia da carta representa um momento precioso de reencontro consigo mesmo, onde não há necessidade de fazer ou de ir a qualquer lugar. O silêncio interior permeia todas as nossas ações e experiências, trazendo-nos uma sensação de paz e plenitude.


Embora possa parecer desconfortável para alguns acostumados ao barulho e à agitação do dia a dia, é um convite para encontrar pessoas que possam se sintonizar com nosso silêncio ou desfrutar da nossa solitude.


A carta XVII Silêncio (A Estrela) nos lembra da importância de reservar momentos para a contemplação, a meditação e a conexão com nossa essência mais profunda. É um convite para explorar as camadas mais íntimas do nosso ser, buscando compreensão, clareza e equilíbrio.


No tarot Zen Osho, essa carta representa um estágio de introspecção e quietude que, mais tarde, resultará em uma maior extroversão e expressão em nossa vida. É um momento de nutrir a alma e de se reconectar com a sabedoria silenciosa que reside em nosso interior.



Significado da carta Silêncio (A Estrela):


A carta XVII Silêncio (A Estrela) do tarot Zen Osho traz consigo um significado profundo e impactante, destacando o encontro com o silêncio interior como um caminho para nos reconectarmos com nossa essência e nossa alma.


Nesta carta, somos convidados a adentrar o reino do silêncio, onde podemos encontrar respostas, clareza e paz. Ela nos lembra que, por meio do silêncio, podemos nos conectar com nossa verdade mais profunda e acessar a sabedoria interior que está sempre presente.


O encontro com o silêncio interior é um momento de comunhão com nossa essência, onde as distrações do mundo exterior se dissipam e nos permitimos mergulhar nas profundezas do nosso ser. É nesse espaço de quietude que descobrimos a verdadeira natureza da nossa alma.


Ao nos entregarmos ao silêncio, podemos ouvir os sussurros da nossa intuição e receber orientações do nosso eu mais autêntico. É um momento de reflexão, autoconhecimento e transformação, em que nos permitimos reconhecer nossos medos, anseios e desejos mais profundos.


Ao conectar-se com o silêncio interior, somos capazes de desvendar as camadas mais profundas do nosso ser e entender o propósito da nossa jornada. Ele nos guia para além das ilusões e das distrações do mundo externo, permitindo-nos acessar a verdade interior que reside em nós.


Nesse encontro com o silêncio, descobrimos uma fonte inesgotável de paz e serenidade. É nesse estado de quietude que somos capazes de nutrir a nossa alma, encontrando equilíbrio e harmonia.


A carta XVII Silêncio (A Estrela) nos recorda que o silêncio interior é um elo sagrado que nos conecta com nossa essência mais autêntica. É um convite para nos rendermos ao poder transformador do silêncio, permitindo que ele nos guie em direção à nossa verdadeira essência e à nossa realização pessoal.


Ao abraçar o silêncio interior, somos capazes de ouvir a voz da nossa alma e seguir o caminho que nos levará à plenitude e ao despertar espiritual. É uma jornada íntima e profunda, que nos leva a uma compreensão mais profunda de nós mesmos e do universo ao nosso redor.


Que possamos, portanto, dedicar momentos de quietude em nossas vidas, cultivando o encontro com o silêncio interior. Nele, encontramos a centelha divina que nos leva a viver com autenticidade, compreensão e amor.


Seus aspectos emocionais


A carta XVII Silêncio (A Estrela) do tarot Zen Osho traz consigo uma profunda reflexão sobre o silêncio interior e sua influência em nossas emoções.


No centro da carta, somos convidados a mergulhar em nosso mundo interno, a explorar o silêncio que habita em nosso ser. É nesse espaço de quietude que nos deparamos com nossos sentimentos mais profundos, nossas inquietações e nossos anseios.


O silêncio interior pode nos trazer uma gama de emoções, desde a paz e a serenidade até a agitação e a incerteza. É nesse encontro com nossos sentimentos que somos desafiados a nos conectar autenticamente com nossa própria essência.


Ao adentrar nesse silêncio, podemos nos deparar com medos e inseguranças que estavam escondidos nas sombras. Esses aspectos emocionais podem nos levar a questionar nossas crenças, a enfrentar nossas fraquezas e a confrontar nossas verdades mais profundas.


No entanto, é importante lembrar que essa jornada interior é necessária para nosso crescimento emocional. Ao explorar o silêncio interior, nos permitimos entrar em contato com nossos desejos mais autênticos, com nossas necessidades mais íntimas e com nossa verdadeira essência.


Esse mergulho no silêncio também nos convida a confiar em nossa intuição e a encontrar respostas dentro de nós mesmos. É nesse espaço de quietude que podemos ouvir a voz sábia que habita em nosso ser, aquela que nos guia em direção à nossa própria verdade.


No entanto, é importante ressaltar que essa jornada emocional pode ser desafiadora. À medida que nos aprofundamos no silêncio interior, podemos nos deparar com aspectos desconfortáveis de nossa própria existência. É nesse momento que devemos ter coragem para enfrentar esses desafios e buscar o crescimento pessoal.


Ao abraçar o silêncio interior, nos conectamos com uma parte mais profunda de nós mesmos. Essa conexão nos permite compreender e acolher nossas emoções, reconhecendo que elas são parte essencial de quem somos.


Em suma, a carta XVII Silêncio nos convida a explorar nosso silêncio interior, a enfrentar nossas emoções mais profundas e a buscar autenticidade em nossa jornada emocional. É através desse encontro com nosso silêncio interior que podemos encontrar clareza, sabedoria e crescimento emocional.


Tarefa a ser cumprida


A tarefa a ser cumprida na carta XVII Silêncio (A Estrela) do tarot Zen Osho é a de confiar em nossa intuição e nos conectar com nossas emoções de maneira autêntica. A lua, símbolo da intuição e sensibilidade emocional, nos guia nessa jornada interior.


Nessa carta, somos chamados a ouvir a voz sussurrante da nossa intuição, aquela voz interior que muitas vezes é abafada pelo barulho do mundo exterior. A tarefa é aprender a confiar nessa intuição, permitindo que ela nos guie na tomada de decisões e nos conduza pelo caminho certo.


Além disso, a carta nos convida a nos conectar com nossas emoções de maneira autêntica. Muitas vezes, tendemos a reprimir ou ignorar nossos sentimentos, o que pode levar a um distanciamento de nós mesmos e ao desequilíbrio emocional. A tarefa é abraçar nossas emoções, reconhecê-las como parte essencial da nossa experiência humana e permitir que elas sejam expressas de forma saudável.


Essa tarefa requer coragem, disposição e um ambiente propício. É no silêncio que encontramos o espaço necessário para nos conectarmos com nossa intuição e emoções. É nesse ambiente de tranquilidade e introspecção que podemos ouvir claramente nossa intuição e sentir as nuances das nossas emoções mais profundas.


Ao aceitar e abraçar o silêncio, somos capazes de mergulhar mais profundamente em nosso mundo emocional, compreendendo nossas necessidades, desejos e limitações. No silêncio, encontramos a clareza e a serenidade necessárias para nos conectarmos com nossa essência, nossa alma.


No entanto, essa tarefa pode ser desafiadora, pois nem sempre é fácil confiar em nossa intuição e enfrentar nossas emoções. Podemos encontrar resistências internas, medos ou crenças limitantes que nos impedem de nos conectar plenamente com nossa intuição e emoções. O silêncio nos ajuda a superar essas barreiras, criando um espaço seguro e acolhedor para explorarmos nosso mundo interior.


Portanto, a tarefa requer coragem e disposição para explorar nosso mundo interior, aceitar e acolher todas as facetas de quem somos. Ao fazer isso, somos capazes de desvendar a sabedoria e a orientação que a lua tem a nos oferecer, encontrando um maior alinhamento com nossa essência e um sentido mais profundo de paz interior.


Que possamos abraçar a tarefa de confiar em nossa intuição e nos conectar com nossas emoções de maneira autêntica, permitindo que o silêncio seja nosso aliado nessa jornada.


Que possamos encontrar a coragem e a sabedoria necessárias para cumprir essa tarefa, encontrando assim uma maior harmonia e plenitude em nossas vidas, no abraço acolhedor do silêncio.


Seus riscos


A carta XVII Silêncio do tarot Zen Osho traz uma reflexão profunda sobre o silêncio interior e seus riscos quando levado ao extremo.


No centro da carta, somos convidados a explorar o silêncio que habita dentro de nós. É um momento de introspecção e quietude, onde nos confrontamos com nossos pensamentos e emoções mais íntimos.


No entanto, é importante ter cautela ao se entregar completamente ao silêncio. Enquanto é necessário e enriquecedor buscar momentos de recolhimento para refletir sobre nossas vidas, é essencial lembrar que também precisamos de conexões humanas.


Ao nos isolarmos em um silêncio excessivo, corremos o risco de nos afastar do mundo e das pessoas ao nosso redor. Podemos nos perder em nossos próprios pensamentos e emoções, esquecendo-nos da importância de buscar ajuda e compartilhar nossas experiências.


É essencial encontrar um equilíbrio entre o silêncio interior e a interação social. O bom senso nos orienta a reconhecer quando é o momento de nos recolher e quando é o momento de nos abrir para o mundo e nos conectar com outras pessoas.


Neste período de introspecção, é importante lembrar que não estamos sozinhos. Podemos buscar apoio e orientação de pessoas de confiança, compartilhando nossos sentimentos e buscando perspectivas externas.


O silêncio interior pode nos fornecer insights valiosos, mas é através da interação com os outros que enriquecemos nossa jornada. É por meio do diálogo e da troca de experiências que encontramos novas visões e ampliamos nossa compreensão de nós mesmos e do mundo ao nosso redor.


Portanto, ao explorar o silêncio interior, lembre-se de usar o bom senso. Esteja aberto para buscar ajuda quando necessário, compartilhar suas experiências e se conectar com as pessoas ao seu redor. Encontre o equilíbrio entre o recolhimento e a interação, permitindo que tanto o silêncio quanto a comunicação desempenhem um papel significativo em sua jornada interior.


Veja também o significado de cada Carta dos Arcanos Maiores do Tarot Zen Osho:

























Resumo:


A carta XVII Silêncio (A Estrela) Arcano Maior do Tarot Zen Osho traz consigo uma rica variedade de aspectos simbólicos e significados profundos. Ela representa a receptividade silenciosa, a conexão com o nosso mundo interior e a influência da intuição e das emoções em nossas vidas.


No centro da carta, temos a imagem da lua cheia refletida em um lago coberto de névoa, representando a tranquilidade e a serenidade da noite. A lua simboliza o feminino, a intuição e os mistérios ocultos do subconsciente. Ela nos convida a mergulhar em nosso mundo interior e a explorar nossa sabedoria interna.


A presença do rosto meditativo da deusa da noite, observando atentamente, representa a conexão com nossa essência, nossa alma. Ela nos lembra da importância de nos conectarmos com nosso silêncio interior, encontrando paz e compreensão em nosso mundo interno.


A carta nos lembra da necessidade de confiar em nossa intuição e nos permitir sentir e expressar nossas emoções de maneira autêntica. Ela nos encoraja a abraçar nosso lado emocional, reconhecendo a importância das emoções em nossas vidas e aprendendo com elas.


Ao mesmo tempo, a carta nos alerta para os riscos de nos perdermos no mundo interior e nos afastarmos da realidade. Ela nos lembra da importância de manter um equilíbrio saudável entre a introspecção e a interação com o mundo exterior. Devemos evitar o isolamento excessivo e buscar conexões significativas com os outros.


A carta XVII Silêncio também nos convida a aceitar o poder do silêncio como uma ferramenta para encontrar clareza e sabedoria. É no silêncio que podemos ouvir nossa voz interior e obter insights profundos sobre nós mesmos e nossa jornada de vida.


Em resumo, a carta XVII Silêncio nos convida a explorar nosso mundo interior, confiar em nossa intuição e emoções, encontrar o equilíbrio entre o silêncio e a interação com o mundo exterior, e abraçar o poder transformador do silêncio para obter clareza e sabedoria.


É uma carta que nos lembra da importância de nos conectarmos com nossa essência mais profunda e vivermos em harmonia com nossos sentimentos e intuições.


Se você ainda tem dúvidas ou deseja explorar ainda mais as artes divinatórias, não perca mais tempo procurando respostas. Faça agora sua consulta com o Tarot Zen Osho online e descubra o que o futuro reserva para você. Acesse nosso site e faça uma consulta.


banner tarot zen osho quero meu cupom com a imagem da cartas de tarot zen osho




Comentários


Consultores:

bottom of page