top of page

Tarot Mitológico - A Temperança (Carta 14): Significado e interpretação desse Arcano Maior.

Atualizado: 19 de jun.

A Dança Cósmica da Harmonia: Uma Exploração da Carta 14 A Temperança do Tarot Mitológico


A Simbologia da Carta A Temperança do Tarot Mitológico


A carta 14 do Tarot Mitológico, A Temperança, revela uma cena de beleza e equilíbrio que transcende a mera representação visual. No centro da imagem está uma mulher jovem e encantadora, seus cabelos negros fluindo como a noite, vestida em túnicas que exibem as cores vibrantes do arco-íris. Sua presença é etérea, acentuada por asas que exibem uma variedade de tonalidades, simbolizando a diversidade e a harmonia presentes na natureza.


A dualidade e a harmonização de opostos são representadas de maneira magistral na posição dos pés da figura. Um pé repousa gentilmente nas águas límpidas de um rio, enquanto o outro toca a terra seca. Essa fusão de elementos sugere a capacidade da Temperança de unir o material e o espiritual, o terreno e o celestial, em uma dança cósmica de equilíbrio.


Ao longo das margens do rio, crescem lírios vermelhos, adicionando um toque de paixão e vitalidade ao cenário. Essas flores simbolizam a purificação e a energia vital, conectando-se à ideia de que a busca pelo equilíbrio também envolve a purificação do coração e da mente.


O arco-íris majestoso que se estende no céu ao fundo é uma visão de esperança e promessa. Sua presença evoca a ideia de que, ao abraçar a Temperança, a pessoa pode alcançar não apenas equilíbrio, mas também uma renovação espiritual e emocional.


Nas mãos delicadas da figura, repousam dois cálices significativos. Um é de ouro, o outro de prata. O ato de verter água de um cálice para o outro denota o constante fluxo e intercâmbio entre as energias opostas, demonstrando a habilidade de encontrar a medida certa em todas as coisas.


Íris: A Mensageira Alada entre o Céu e a Terra na Mitologia Grega.

Íris, a rainha dos deuses na mitologia grega, é uma figura fascinante que personifica o arco-íris e desempenha um papel significativo como mensageira divina. Sua presença é marcada pela ligação entre o céu e a terra, representando a comunicação entre os deuses e os mortais.


Na mitologia grega, Íris é filha de Taumante, um dos filhos do titã Oceano, e da deusa-mar Nereida Electra. Seus irmãos incluem os ventos e as harpias. Íris é frequentemente retratada como uma bela mulher alada, rápida e graciosa em seus movimentos, simbolizando a fluidez e a rapidez com que ela viaja entre os reinos divino e terreno.


O papel principal de Íris é servir como mensageira dos deuses, transmitindo suas vontades e mensagens aos seres humanos. Ela é especialmente associada a Hera, a rainha dos deuses, desempenhando um papel ativo na realização dos desejos e nas comunicações divinas. Além disso, Íris é conhecida por ser imparcial e justa, agindo como uma intermediária neutra nos assuntos divinos.


A mitologia também destaca a conexão de Íris com o arco-íris, que ela utiliza como uma ponte colorida entre o Olimpo e a Terra. Essa ligação simboliza a união de opostos, semelhante à carta da Temperança no Tarot, representando a harmonia e a conexão entre mundos diversos.


A riqueza do mito de Íris está na sua capacidade de representar a comunicação divina de uma maneira que transcende a distância entre os planos celestial e terreno. Sua presença é um lembrete de que, mesmo em meio aos caprichos e conflitos dos deuses, há uma ponte de entendimento e harmonia.




O Significado da Carta A Temperança do Tarot Mitológico


A carta 14 do Tarot, Arcano Maior, A Temperança, é uma representação poderosa de equilíbrio, harmonia e moderação. Quando essa carta surge em uma leitura, ela traz consigo mensagens importantes sobre a busca pela estabilidade e a necessidade de encontrar o meio-termo em diferentes aspectos da vida.


O principal simbolismo da Temperança reside na figura que mistura elementos opostos, como água e terra, celestial e terreno, através da habilidade de despejar água de um cálice para outro. Essa ação representa a integração e a harmonização de dualidades, sugerindo que o equilíbrio é essencial para lidar com as complexidades da existência.


Ao surgir em uma leitura, A Temperança muitas vezes aconselha a moderação e a paciência. Ela sugere que é hora de encontrar o ponto intermediário em situações conflituosas, evitando extremos e excessos. Seja nas relações interpessoais, nas finanças ou nas decisões importantes, essa carta incentiva a ponderação e a busca por soluções equilibradas.


A imagem da mulher com um pé na água e outro na terra destaca a importância de se manter conectado com a espiritualidade, ao mesmo tempo em que permanece fundamentado na realidade cotidiana. Essa dualidade também pode representar a necessidade de conciliar emoções e razão, agindo com compaixão e sabedoria.


Em termos gerais, A Temperança sugere um período de tranquilidade e cura. Ela indica que, ao buscar o equilíbrio, é possível superar desafios e encontrar uma paz interior. Esta carta traz a mensagem de que a paciência e a moderação são chaves para superar adversidades e alcançar um estado de harmonia.


O significado da carta A Temperança nos contextos de Vida Amorosa, Trabalho, Saúde, Dinheiro e Família, oferecendo dicas e conselhos relevantes:


Vida Amorosa:

Na vida amorosa, A Temperança aconselha a buscar harmonia e compreensão mútua. Evite extremos emocionais e cultive a paciência. Comunique-se de maneira equilibrada, ouvindo e expressando suas necessidades de forma serena. A Temperança sugere que, ao equilibrar as emoções, relacionamentos podem se fortalecer e prosperar.


Trabalho:

No contexto profissional, a carta indica que é hora de buscar uma abordagem equilibrada em relação ao trabalho. Evite excessos, seja no perfeccionismo ou na negligência. Encontre o meio-termo entre a dedicação ao trabalho e a necessidade de tempo para descanso e lazer. Este é um período propício para colaborações e negociações ponderadas.


Saúde:

Em relação à saúde, A Temperança destaca a importância da moderação nos hábitos diários. Equilibre atividades físicas, descanso e uma dieta saudável. Evite extremos, seja na alimentação ou no exercício. Este é um momento propício para cuidar do corpo e da mente com gentileza, promovendo um equilíbrio duradouro.


Dinheiro:

No aspecto financeiro, A Temperança aconselha a prudência e a administração equilibrada dos recursos. Evite gastos impulsivos e busque maneiras de equilibrar receitas e despesas. Este é um momento favorável para investir com sabedoria e pensar a longo prazo em questões financeiras.


Família:

Em assuntos familiares, A Temperança destaca a importância da harmonia e da compreensão. Seja paciente e busque o equilíbrio nas relações familiares. Evite conflitos desnecessários, procurando soluções ponderadas para qualquer desafio que possa surgir. Este é um período propício para fortalecer os laços familiares.


Conselho Geral:

Em todas as áreas da vida, A Temperança aconselha a busca contínua pelo equilíbrio e pela harmonia. Seja consciente das dualidades presentes em cada situação e busque o meio-termo que permitirá o crescimento e a evolução pessoal. A paciência e a moderação serão aliadas poderosas em sua jornada.


Aspectos positivos e negativos da carta A Temperança do Tarot Mitológico:


Aspectos Positivos:

1. Equilíbrio Interior: A Temperança simboliza o equilíbrio interno, encorajando a busca por uma paz interior e a harmonia entre emoções, mente e espírito.

2. Harmonização: Representando a mistura de opostos, essa carta sugere a capacidade de harmonizar diferentes aspectos da vida, permitindo a resolução de conflitos e a coexistência pacífica.

3. Curadoria Espiritual: A água sendo vertida de um cálice para outro simboliza a cura espiritual e a renovação, indicando um período propício para a autotransformação e crescimento pessoal.

4. Adaptação: A Temperança destaca a capacidade de adaptação a circunstâncias desafiadoras, encorajando a encontrar soluções criativas e flexíveis para os problemas.


Aspectos Negativos:

1. Impaciência: Quando mal aspectada, A Temperança pode indicar impaciência e a pressa em buscar soluções imediatas, levando a decisões precipitadas e falta de ponderação.

2. Desconexão: Em seu aspecto negativo, essa carta pode apontar para a desconexão entre os aspectos espirituais e terrenos da vida, resultando em desequilíbrio e falta de clareza.

3. Extremos Evitados: A busca pelo meio-termo pode levar à aversão a extremos, impedindo a tomada de decisões ousadas ou a busca por metas mais ambiciosas.

4. Estagnação: Em alguns contextos, A Temperança mal posicionada pode indicar uma resistência à mudança, resultando em estagnação e falta de progresso.



Desafios e Conselhos com A Temperança e os Arcanos Maiores:


A Temperança (Conselho) + O Louco (Desafio):
Conselho: A Temperança aconselha a buscar equilíbrio e moderação no seu dia. Seja paciente e esteja aberta a experiências novas, mantendo uma abordagem tranquila e ponderada. Desafio: O Louco como desafio indica a necessidade de se libertar de limitações autoimpostas. Esteja disposta a abraçar o desconhecido e a aventura, mesmo que isso envolva algum risco.
A Temperança (Conselho) + O Mago (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a harmonizar seus recursos e habilidades. Utilize suas habilidades de forma equilibrada e criativa para lidar com os desafios do dia. Desafio: O Mago como desafio sugere a necessidade de foco e autodisciplina. Evite dispersar energias e concentre-se em suas metas de forma prática e direcionada.

A Temperança (Conselho) + A Sacerdotisa (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a confiar na sua intuição e sabedoria interior. Busque o equilíbrio entre a razão e a intuição para tomar decisões conscientes. Desafio: A Sacerdotisa como desafio destaca a importância de explorar as profundezas do seu conhecimento interior. Esteja atenta às mensagens intuitivas e às verdades ocultas que podem surgir durante o dia.

A Temperança (Conselho) + A Imperatriz (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a nutrir e equilibrar seus relacionamentos. Esteja atenta às necessidades emocionais próprias e dos outros, buscando a harmonia nas interações. Desafio: A Imperatriz como desafio indica a importância de expressar sua criatividade de maneira autêntica. Evite a autocensura e permita que sua expressão criativa flua livremente.

A Temperança (Conselho) + O Imperador (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a adotar uma abordagem equilibrada no seu papel de liderança. Seja firme, mas também compreensiva, buscando o equilíbrio entre autoridade e empatia. Desafio: O Imperador como desafio destaca a necessidade de estabelecer limites claros. Evite a rigidez excessiva e encontre um equilíbrio entre a liderança assertiva e a flexibilidade.

A Temperança (Conselho) + O Hierofante (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a buscar a espiritualidade de maneira equilibrada e aberta. Seja receptiva a diferentes perspectivas espirituais, encontrando um equilíbrio entre tradição e inovação. Desafio: O Hierofante como desafio sugere a importância de questionar as tradições estabelecidas. Esteja disposta a desafiar normas e explorar novas formas de entendimento espiritual.

A Temperança (Conselho) + Os Amantes (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a buscar o equilíbrio nas relações amorosas. Esteja aberta à comunicação e ao comprometimento, encontrando harmonia nos relacionamentos. Desafio: Os Amantes como desafio indicam a necessidade de fazer escolhas conscientes. Esteja atenta às suas decisões e escolha aquilo que está alinhado com seus valores e objetivos.

A Temperança (Conselho) + O Carro (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a buscar o equilíbrio entre a determinação e a paciência. Avance em direção aos seus objetivos com confiança, mantendo um ritmo constante. Desafio: O Carro como desafio sugere a necessidade de controlar impulsos e direcionar energia de maneira equilibrada. Evite a impulsividade e busque um equilíbrio entre ação e reflexão.

A Temperança (Conselho) + A Força (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a canalizar a força interior de maneira equilibrada. Use a paciência e a compaixão ao lidar com desafios, buscando soluções harmônicas. Desafio: A Força como desafio destaca a necessidade de dominar impulsos e emoções. Enfrente os desafios com calma e autocontrole, evitando reações impulsivas.

A Temperança (Conselho) + O Eremita (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a buscar a introspecção de maneira equilibrada. Reflita sobre sua jornada interior, encontrando sabedoria na busca pela verdade. Desafio: O Eremita como desafio sugere a importância de equilibrar a solidão com a interação social. Evite o isolamento excessivo e encontre um equilíbrio entre a busca interior e a conexão com os outros.

A Temperança (Conselho) + A Roda da Fortuna (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a aceitar as mudanças com serenidade e equanimidade. Encontre o equilíbrio ao lidar com os altos e baixos da vida, mantendo a perspectiva. Desafio: A Roda da Fortuna como desafio destaca a necessidade de se preparar para mudanças inesperadas. Esteja aberta a novas direções, mesmo que desafiem suas expectativas.

A Temperança (Conselho) + A Justiça (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a buscar a justiça com equilíbrio e imparcialidade. Aborde situações com serenidade, buscando soluções justas e equitativas. Desafio: A Justiça como desafio sugere a importância de pesar as consequências de suas ações. Evite julgamentos precipitados e busque o equilíbrio entre a razão e a compaixão.

A Temperança (Conselho) + O Enforcado (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a buscar o equilíbrio através da aceitação e da entrega. Esteja disposta a abrir mão do controle e encontrar harmonia no fluxo da vida. Desafio: O Enforcado como desafio destaca a necessidade de se libertar de perspectivas limitadas. Esteja aberta a ver as situações de maneira diferente, mesmo que isso envolva sacrifícios temporários.

A Temperança (Conselho) + A Morte (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a aceitar as transformações com graça e equanimidade. Encontre o equilíbrio ao se adaptar às mudanças, buscando renovação e crescimento. Desafio: A Morte como desafio sugere a necessidade de liberar o que não serve mais. Esteja disposta a abandonar padrões antigos e abraçar a transformação, mesmo que isso seja desconfortável.

A Temperança (Conselho) + O Diabo (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a buscar a libertação de amarras emocionais e mentais. Encontre o equilíbrio ao se desvincular de padrões tóxicos, buscando a verdadeira liberdade. Desafio: O Diabo como desafio destaca a tentação de ceder a impulsos negativos. Esteja atenta aos padrões autodestrutivos e busque equilibrar o desejo com a responsabilidade.

A Temperança (Conselho) + A Torre (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a aceitar as mudanças com serenidade, mesmo quando são repentinas. Encontre o equilíbrio ao lidar com eventos inesperados, buscando crescimento através da adversidade. Desafio: A Torre como desafio destaca a necessidade de se preparar para a instabilidade. Esteja disposta a enfrentar a desconstrução de estruturas antigas, encontrando equilíbrio no processo de reconstrução.

A Temperança (Conselho) + A Estrela (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a manter a esperança e a fé em meio às adversidades. Busque o equilíbrio através da conexão espiritual, encontrando inspiração mesmo nos momentos mais desafiadores. Desafio: A Estrela como desafio destaca a importância de manter os pés no chão. Esteja atenta à realidade enquanto busca seus ideais, equilibrando sonhos com ações práticas.

A Temperança (Conselho) + A Lua (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a lidar com a confusão emocional através do equilíbrio. Esteja atenta às ilusões e busque a clareza emocional, encontrando estabilidade em meio à incerteza. Desafio: A Lua como desafio sugere a tentação de se perder em ilusões. Esteja ciente das emoções subconscientes e busque equilibrar a intuição com a realidade objetiva.

A Temperança (Conselho) + O Sol (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a buscar alegria e otimismo de maneira equilibrada. Encontre o equilíbrio entre a luz e a sombra, celebrando os momentos positivos sem ignorar os desafios. Desafio: O Sol como desafio destaca a necessidade de lidar com a sombra interior. Esteja disposta a enfrentar questões mais profundas, equilibrando a luz solar com a luz da autoconsciência.

A Temperança (Conselho) + O Julgamento (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a buscar a autotransformação de maneira equilibrada. Esteja disposta a avaliar suas ações e buscar o equilíbrio entre o passado e o futuro. Desafio: O Julgamento como desafio destaca a necessidade de evitar julgamentos precipitados. Esteja atenta à autocrítica excessiva e busque um equilíbrio entre a avaliação consciente e a aceitação.

A Temperança (Conselho) + O Mundo (Desafio):

Conselho: A Temperança aconselha a celebrar as conquistas de maneira equilibrada. Encontre o equilíbrio entre a satisfação e a busca contínua por crescimento, apreciando os ciclos completos da vida. Desafio: O Mundo como desafio destaca a importância de estar aberta a novos ciclos. Evite a complacência e busque um equilíbrio entre a realização pessoal e a prontidão para novos desafios.


Desafios e Conselhos com A Temperança e os Arcanos Maiores:


O Louco (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: O Louco aconselha a abraçar o novo com entusiasmo, mantendo uma abordagem leve e aberta. Desafio: A Temperança como desafio destaca a importância de encontrar o equilíbrio em meio à empolgação, evitando a impulsividade.

O Mago (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: O Mago aconselha a utilizar suas habilidades de maneira equilibrada e criativa, focando em metas claras. Desafio: A Temperança como desafio sugere a necessidade de encontrar o equilíbrio entre ação prática e reflexão.

A Sacerdotisa (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: A Sacerdotisa aconselha a confiar na intuição e a buscar o equilíbrio entre razão e emoção. Desafio: A Temperança como desafio destaca a importância de equilibrar a sabedoria intuitiva com ações práticas.

A Imperatriz (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: A Imperatriz aconselha a nutrir relacionamentos de maneira equilibrada, buscando harmonia emocional. Desafio: A Temperança como desafio destaca a necessidade de equilibrar a expressão criativa com a estabilidade emocional.

O Imperador (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: O Imperador aconselha a liderar com firmeza e compreensão, buscando equilíbrio entre autoridade e empatia. Desafio: A Temperança como desafio sugere a importância de evitar rigidez excessiva e encontrar flexibilidade no papel de líder.

O Hierofante (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: O Hierofante aconselha a buscar a espiritualidade de maneira equilibrada, respeitando tradições e explorando novas perspectivas. Desafio: A Temperança como desafio destaca a importância de equilibrar a busca espiritual com a aceitação de novas abordagens.

Os Amantes (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: Os Amantes aconselham a harmonizar relações, cultivando a comunicação e o comprometimento. Desafio: A Temperança como desafio sugere a necessidade de equilibrar as emoções nas relações amorosas, evitando extremos.

O Carro (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: O Carro aconselha a avançar com determinação, buscando equilíbrio entre ação e paciência. Desafio: A Temperança como desafio destaca a importância de evitar impulsividade e manter o controle direcionado.

A Força (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: A Força aconselha a canalizar a força interior de maneira equilibrada, usando a compaixão ao lidar com desafios. Desafio: A Temperança como desafio sugere a importância de dominar impulsos e emoções, buscando serenidade.

O Eremita (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: O Eremita aconselha a busca interior de maneira equilibrada, refletindo sobre a verdade e a sabedoria. Desafio: A Temperança como desafio destaca a necessidade de equilibrar a solidão com a interação social, evitando o isolamento excessivo.

A Roda da Fortuna (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: A Roda da Fortuna aconselha a aceitar mudanças com serenidade, mantendo a perspectiva diante dos altos e baixos. Desafio: A Temperança como desafio sugere a importância de se preparar para mudanças inesperadas, buscando equilíbrio nas transições.

A Justiça (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: A Justiça aconselha a buscar a equidade com imparcialidade, tomando decisões justas e equitativas. Desafio: A Temperança como desafio destaca a importância de pesar as consequências de ações, evitando julgamentos precipitados.

O Enforcado (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: O Enforcado aconselha a aceitar e encontrar equilíbrio na entrega ao fluxo da vida, abandonando controle excessivo. Desafio: A Temperança como desafio sugere a necessidade de equilibrar a aceitação com a ação, evitando passividade excessiva.

A Morte (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: A Morte aconselha a aceitar transformações com graça, buscando equilíbrio no processo de renovação. Desafio: A Temperança como desafio destaca a importância de liberar o que não serve mais, evitando resistência à mudança.

A Torre (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: A Torre aconselha a aceitar mudanças com serenidade, encontrando equilíbrio diante de eventos repentinos. Desafio: A Temperança como desafio destaca a importância de se preparar para instabilidades, buscando equilíbrio na reconstrução.

A Estrela (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: A Estrela aconselha a manter a esperança e a conexão espiritual, buscando equilíbrio entre idealismo e realidade. Desafio: A Temperança como desafio sugere a necessidade de manter os pés no chão, equilibrando sonhos com ações práticas.

A Lua (Conselho) + A Temperança (Desafio):
Conselho: A Lua aconselha a lidar com confusões emocionais buscando equilíbrio e clareza. Desafio: A Temperança como desafio destaca a importância de equilibrar a intuição com a realidade objetiva, evitando ilusões.
O Sol (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: O Sol aconselha a buscar alegria de maneira equilibrada, celebrando positividade e lidando com desafios. Desafio: A Temperança como desafio sugere a necessidade de lidar com a sombra interior, equilibrando luz solar com autoconsciência.

O Julgamento (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: O Julgamento aconselha a buscar autotransformação equilibrada, avaliando ações com discernimento. Desafio: A Temperança como desafio destaca a importância de evitar julgamentos precipitados, equilibrando avaliação consciente com aceitação.

O Mundo (Conselho) + A Temperança (Desafio):

Conselho: O Mundo aconselha a celebrar conquistas de maneira equilibrada, apreciando ciclos completos da vida. Desafio: A Temperança como desafio sugere a importância de estar aberta a novos ciclos, evitando complacência.


A carta 14, A Temperança, no Tarot Mitológico revela-se como um convite sagrado à busca pelo equilíbrio celestial. Nessa representação única, somos guiados pela imagem de uma jovem mulher, envolta nas cores do arco-íris, asas multicoloridas que sugerem a liberdade da alma, e cálices de ouro e prata transbordando com a água da renovação.


Ao contemplarmos essa figura mitológica, somos lembrados da importância de harmonizar os elementos divergentes da vida. A mulher com um pé sobre o solo seco e o outro mergulhado nas águas límpidas do rio simboliza a conexão essencial entre a matéria e o espírito. Nas margens, os lírios vermelhos crescem, representando a paixão e o amor em equilíbrio.


O arco-íris ao fundo não é apenas um fenômeno meteorológico, mas um símbolo transcendental que conecta o céu e a terra, sugerindo uma ponte entre o divino e o terreno. A Temperança nos lembra que, assim como a água fluída entre os cálices, devemos permitir que as energias fluam em nossas vidas, encontrando o ponto de equilíbrio entre a ação e a contemplação, entre a razão e a intuição.


No Tarot Mitológico, A Temperança nos convida a seguir o exemplo de Íris, a mensageira dos deuses e arauto da esperança. Em sua busca por equilíbrio, Íris nos ensina que, mesmo diante das adversidades, a paciência, a moderação e a aceitação são as asas que nos elevam acima das tormentas.


Portanto, ao nos depararmos com A Temperança, somos desafiados a abraçar a dança sutil entre luz e sombra, a integrar os opostos e a buscar a beleza na síntese. É uma carta que sussurra sobre a necessidade de ajustes constantes, de encontrar o meio-termo em um mundo repleto de dualidades.


Se você ainda tem dúvidas ou deseja explorar ainda mais as artes divinatórias, não perca mais tempo procurando respostas. Faça agora sua consulta com o Tarot Mitológico e descubra o que o futuro reserva para você. Acesse nosso site e faça uma consulta.


tarot mitologico online



Comentarios


Consultores:

bottom of page