top of page

Tarot Mitológico - A Força (Carta 11): Significado e interpretação desse Arcano Maior.

Atualizado: 19 de jun.

Força Interior Desperta: Domando o Leão da Autenticidade

A Força: Domando o Leão Interior


A Simbologia da Carta Força do Tarot Mitológico


A carta da Força, presente no Tarot Mitológico, desvenda um cenário épico onde o herói invencível, Héracles (ou Hércules), enfrenta o Leão da Neméia, um formidável adversário com uma pele à prova de ferro. Cada detalhe desta imagem revela camadas simbólicas profundas, proporcionando uma visão rica sobre o enfrentamento dos aspectos selvagens e poderosos dentro de nós.


A Cena Mitológica

Héracles, dotado de uma força sobre-humana, surge musculoso e corajoso, vestindo apenas uma tanga vermelha, representando sua valentia crua e descomplicada. O combate com o Leão da Neméia está em pleno vigor, com Héracles envolvendo os fortes braços no pescoço do animal, no momento crítico em que está prestes a emergir vitorioso.


O ambiente rochoso da caverna, com suas paredes imponentes, intensifica a sensação de luta épica. Pela entrada escura, vislumbramos um cenário árido de colinas marrons, sugerindo que este desafio ocorre em um terreno selvagem e inexplorado.


Héracles e seus Trabalhos

A história mitológica de Héracles é alicerçada nos Doze Trabalhos, uma expiação de seus crimes cometidos sob a influência de Hera, esposa de Zeus. O primeiro desses trabalhos foi a conquista do Leão da Neméia, uma tarefa monumental que exigiu não apenas força bruta, mas também estratégia e coragem.


A Conquista do Leão

A batalha é descrita com detalhes impressionantes. Flechas, espada e bastão são ineficazes diante da impenetrável pele do leão. A astúcia de Héracles é revelada quando ele cobre uma das entradas da caverna com uma rede, permitindo-lhe atacar o leão por um ângulo inesperado. A luta é feroz, culminando na morte do leão pelas mãos do herói.


A Simbologia Interior

O confronto simboliza o desafio de conter o poderoso e selvagem animal dentro de nós, mantendo as qualidades animais criativas e vitais. O Leão da Neméia, à prova de ferro, reflete a necessidade de preservar uma força interior inabalável, representada pela pele mágica que oferece invencibilidade.


A Dualidade do Leão

O leão, apesar de seu potencial promissor, possui uma natureza selvagem e cruel. Este aspecto descontrolado, expresso como o impulso do "eu primeiro", pode se manifestar de maneira destrutiva, resultando em raiva explosiva e orgulho implacável. A carta da Força instiga a necessidade de domar esse leão interior, integrando seu poder vital de maneira consciente e responsável.


No Universo do Tarot

Na jornada do Tarot, o Louco, após descobrir a intuição na Sacerdotisa e enfrentar o padrão na Roda da Fortuna, encontra-se agora diante da necessidade de domar o seu lado selvagem na carta da Força. Este arquétipo representa não apenas a supressão do instinto, mas a transformação do animal interior em uma força que serve a um ego consciente.


A Coragem de Enfrentar o Próprio Leão

A carta da Força, com sua rica simbologia, convida-nos a enfrentar os desafios internos com coragem, força e autodisciplina. A conquista do leão não é uma simples destruição, mas uma transformação que permite ao indivíduo apropriar-se do poder vital da besta, integrando-o a um eu consciente e responsável. Essa jornada, representada por Héracles, instiga o desenvolvimento das faculdades mentais e emocionais, proporcionando ao Louco confiança e integridade para a próxima etapa de sua jornada.





Héracles (ou Hércules): Herói e Suas Provações Míticas

Sua origem:

Héracles, conhecido pelos romanos como Hércules, é uma figura lendária na mitologia grega, considerado um dos maiores heróis. Sua origem remonta à relação entre Zeus, o rei dos deuses, e Alcmena, uma mortal. O nascimento de Héracles estava envolto em intrigas e ciúmes, pois Hera, esposa de Zeus, desaprovava a criança nascida de uma traição.

Para proteger seu filho das artimanhas de Hera, Zeus providenciou para que Héracles recebesse o nome e destino de Euristeu, um mortal que, mais tarde, se tornaria rei de


Micenas.

Infortúnio e Expiação:

O infortúnio de Héracles foi desencadeado por Hera, que, em um ato de ciúmes e vingança, o levou à loucura. Nesse estado mental alterado, Héracles cometeu um terrível ato: matou sua esposa Megara e seus filhos. Ao recobrar a sanidade e perceber a magnitude de sua tragédia, Héracles ficou devastado.


Buscando expiação pelos seus crimes, Héracles recorreu ao Oráculo de Delfos, que proclamou que ele deveria se submeter a doze trabalhos extraordinários. Estes trabalhos foram impostos pelo rei Euristeu, um homem favorecido por Hera, como um meio de redimir seus pecados e provar sua valia.


Os Doze Trabalhos de Héracles:

1. Leão da Neméia: Derrotar o Leão da Neméia, cuja pele era à prova de ferro, e trazer sua pele como troféu.

2. Hidra de Lerna: Matar a Hidra, uma serpente aquática com várias cabeças, sendo uma delas imortal.

3. Cervo de Cerínia: Capturar o Cervo de Cerínia, cujos chifres eram dourados e sagrados.

4. Javali de Erimanto: Capturar o Javali de Erimanto, uma fera selvagem que devastava a região.

5. Aves do Estínfalo: Derrotar as Aves do Estínfalo, criaturas com asas de ferro e garras afiadas.

6. Manso de Diomedes: Dominar os Cavalos de Diomedes, que se alimentavam de carne humana.

7. Cinturão de Hipólita: Obter o Cinturão da Rainha das Amazonas, Hipólita.

8. Bois de Gerião: Capturar os Bois de Gerião, um monstro de três corpos.

9. Éguas de Diomedes: Capturar as Éguas de Diomedes, animais selvagens alimentados com carne humana.

10. Gado de Gerião: Conduzir o Gado de Gerião de volta a Micenas.

11. Maçãs de ouro das Hespérides: Obter as Maçãs de ouro do Jardim das Hespérides.

12. Cérbero: Descer ao Submundo e trazer Cérbero, o cão de três cabeças guardião, de volta à superfície.


Esses doze trabalhos representam uma série de desafios extraordinários, cada um projetado para testar a coragem, força e habilidades sobre-humanas de Héracles. Ao completar essas provações, Héracles alcançou a redenção e ascendeu ao status de um dos maiores heróis da mitologia grega.


A carta da Força no Tarot tem um significado geral que transcende contextos específicos, refletindo aspectos fundamentais da jornada humana. Quando esta carta emerge em uma leitura, ela traz consigo mensagens e lições importantes.


Significado da Carta Força do Tarot Mitológico


1. Coragem e Força Interior: A Força simboliza a coragem interior e a força pessoal necessárias para enfrentar desafios. Ela destaca a capacidade de superar obstáculos não através da agressão, mas pela habilidade de domar e direcionar energias poderosas de maneira construtiva.

2. Controle e Domínio: Esta carta representa o domínio sobre impulsos instintivos e emoções intensas. É um lembrete de que a verdadeira força reside na capacidade de controlar, direcionar e equilibrar energias internas, em vez de ser dominado por elas.

3. Compaixão e Ternura: A imagem da Força mostra o herói lidando gentilmente com o Leão da Neméia, ilustrando a importância da compaixão e ternura ao lidar com os desafios. Isso sugere que o poder verdadeiro surge não da brutalidade, mas da conexão consciente com os aspectos mais selvagens e desafiadores da vida.

4. Vitória pela Paciência: A vitória retratada na carta da Força não é resultado de uma batalha agressiva, mas sim da paciência, perseverança e controle. Ela enfatiza que nem toda conquista requer ação imediata; às vezes, a verdadeira vitória é alcançada através da resistência calma.

5. Transformação e Integração: Há também uma mensagem de transformação e integração. Assim como Héracles integrou o Leão da Neméia, a Força indica a necessidade de abraçar e incorporar os aspectos mais desafiadores de si mesmo, transformando-os em fontes de poder e sabedoria.


Contextos Específicos:


Vida Amorosa:

Na vida amorosa, a Força sugere a importância da paciência, compaixão e controle emocional. Pode indicar a necessidade de lidar suavemente com situações difíceis e de encontrar força na vulnerabilidade.


Trabalho:

No contexto profissional, a carta da Força destaca a necessidade de liderança compassiva, mostrando que o verdadeiro poder no ambiente de trabalho não reside apenas na autoridade, mas na capacidade de inspirar e orientar os outros.


Saúde:

Em relação à saúde, a Força aponta para a importância de cuidar não apenas do corpo físico, mas também do bem-estar emocional e mental. Indica uma força interior que contribui para a cura e a resistência.


Dinheiro:

Quando se trata de finanças, a Força sugere a necessidade de gerenciar recursos com sabedoria, exercendo controle sobre impulsos financeiros e tomando decisões com paciência e prudência.


Família:

Na esfera familiar, a carta destaca a importância da compreensão, compaixão e equilíbrio emocional. Pode indicar a necessidade de lidar com conflitos familiares de maneira calma e assertiva.


A Força, em resumo, representa um chamado para acessar e integrar a força interior, guiada pela compaixão e pelo domínio consciente das emoções. É uma carta que lembra que a verdadeira vitória muitas vezes vem não da resistência bruta, mas da sabedoria e da conexão com o próprio eu mais profundo.


Aspectos Positivos da Carta da Força:

1. Coragem e Determinação: A Força representa coragem e determinação, indicando a capacidade de enfrentar desafios com resiliência e força interior.

2. Controle Emocional: Os aspectos positivos da carta incluem o domínio sobre emoções intensas e impulsos, mostrando a capacidade de lidar com situações difíceis com calma e maturidade.

3. Compaixão e Ternura: A Força destaca a compaixão e a ternura como fontes de verdadeira fortaleza. Esses atributos são poderosos na resolução de conflitos e na construção de relacionamentos saudáveis.

4. Integração dos Instintos: A carta sugere a habilidade de integrar instintos poderosos de maneira construtiva, transformando energias selvagens em força positiva e criativa.

5. Vitória pela Paciência: Os aspectos positivos da Força incluem a ideia de vitória pela paciência e perseverança, mostrando que algumas conquistas demandam tempo e esforço contínuo.


Aspectos Negativos da Carta da Força:

1. Repressão de Emoções: Em seu aspecto negativo, a Força pode indicar a repressão excessiva de emoções. Isso pode levar a explosões emocionais inesperadas ou a uma sensação de que as emoções não são expressas de maneira saudável.

2. Força Bruta e Autoritarismo: Se interpretada de maneira negativa, a Força pode representar a aplicação de força bruta e autoritarismo para alcançar objetivos. Isso pode levar a conflitos desnecessários e relacionamentos prejudicados.

3. Impaciência e Agitação: Em seu lado negativo, a Força pode indicar impaciência e agitação, sugerindo uma tendência a reagir impulsivamente em vez de abordar as situações com calma e consideração.

4. Falta de Controle: Pode representar a falta de controle sobre instintos e impulsos, resultando em comportamentos destrutivos e prejudiciais.

5. Arrogância e Rigidez: Em sua interpretação negativa, a Força pode estar associada à arrogância e rigidez mental, indicando uma recusa em considerar pontos de vista alternativos.

É importante notar que as interpretações positivas ou negativas da carta da Força podem variar dependendo do contexto da leitura e das cartas circundantes. A abordagem equilibrada desses aspectos é fundamental para uma compreensão mais completa da mensagem que a carta busca transmitir.



Tiragem de 2 Cartas da Força do Tarot Mitológicos


A tiragem de duas cartas é a escolha ideal para uma prática diária, devido à sua agilidade e clareza. Além disso, para aqueles que estão dando os primeiros passos no universo do tarô, a rotina de tirar cartas diariamente é uma excelente maneira de absorver os diversos significados de cada carta.


Nessa abordagem de duas cartas, a primeira delas representa o Desafio do Dia, ou seja, os aspectos aos quais devo estar atenta durante o dia que se inicia. Já a segunda carta oferece um Conselho, orientando a atitude a ser adotada diante desses desafios.


Desafios e Conselhos com A Força e os Arcanos Maiores:


A Força (Conselho) + O Louco (Desafio):

A Força aconselha a abordar o dia com paciência e controle emocional. O Louco como desafio indica a necessidade de evitar impulsividade e agir com mais responsabilidade.

A Força (Conselho) + O Mago (Desafio):

Ao receber a Força como conselho, é sugerido aplicar a força interior de maneira sábia. O Mago como desafio destaca a importância de não deixar que habilidades e conhecimentos sejam mal direcionados.

A Força (Conselho) + A Sacerdotisa (Desafio):

A Força aconselha a buscar equilíbrio entre a força externa e a sabedoria interior. A Sacerdotisa como desafio indica a necessidade de não ignorar a intuição e os aspectos mais sutis da situação.

A Força (Conselho) + A Imperatriz (Desafio):

Recebendo a Força como conselho, é sugerido incorporar a energia maternal e criativa. A Imperatriz como desafio destaca a importância de não deixar que o desejo de controle prejudique a fluidez natural.

A Força (Conselho) + O Imperador (Desafio):

Aconselha-se a aplicar a força com sabedoria e autoridade. O Imperador como desafio destaca a necessidade de não ser excessivamente autoritário, permitindo espaço para a colaboração.

A Força (Conselho) + O Hierofante (Desafio):

A Força sugere buscar força espiritual e orientação interior. O Hierofante como desafio destaca a importância de questionar tradições e dogmas, buscando uma compreensão mais profunda.

A Força (Conselho) + Os Enamorados (Desafio):

Aconselha a lidar com desafios amorosos com compaixão e gentileza. Os Enamorados como desafio indicam a necessidade de tomar decisões conscientes em relação a relações interpessoais.

A Força (Conselho) + O Carro (Desafio):

Sugere a aplicação da força para superar obstáculos. O Carro como desafio destaca a importância de não permitir que a impulsividade atrapalhe o progresso planejado.

A Força (Conselho) + A Justiça (Desafio):

A Força aconselha a abordar situações com equilíbrio emocional. A Justiça como desafio destaca a necessidade de evitar julgamentos precipitados e buscar uma visão mais imparcial.

A Força (Conselho) + O Eremita (Desafio):

Aconselha a encontrar força na reflexão interior. O Eremita como desafio destaca a importância de não se isolar excessivamente, buscando equilíbrio entre o autoconhecimento e a interação social.

A Força (Conselho) + A Roda da Fortuna (Desafio):

Sugere enfrentar as mudanças com coragem e resistência. A Roda da Fortuna como desafio destaca a necessidade de aceitar que nem tudo está sob controle e adaptar-se às reviravoltas.

A Força (Conselho) + O Enforcado (Desafio):

Sugere encontrar força na aceitação e na capacidade de sacrificar o ego. O Enforcado como desafio destaca a necessidade de não resistir a mudanças e ver os desafios de uma perspectiva diferente.

A Força (Conselho) + A Morte (Desafio):

Aconselha a abraçar transformações com força interior. A Morte como desafio destaca a importância de não temer o fim de algo, mas enxergá-lo como um renascimento.

A Força (Conselho) + A Temperança (Desafio):

A Força sugere buscar equilíbrio e moderação. A Temperança como desafio destaca a necessidade de não se deixar levar por extremos, encontrando harmonia nas ações.

A Força (Conselho) + O Diabo (Desafio):

Aconselha a enfrentar desafios com coragem e resistir às tentações negativas. O Diabo como desafio destaca a importância de não se deixar aprisionar por desejos materialistas ou comportamentos destrutivos.

A Força (Conselho) + A Torre (Desafio):

Sugere a aplicação da força para lidar com eventos inesperados. A Torre como desafio destaca a necessidade de aceitar que algumas estruturas antigas precisam ser derrubadas para o crescimento ocorrer.

A Força (Conselho) + A Estrela (Desafio):

Aconselha a encontrar força na esperança e na inspiração. A Estrela como desafio destaca a importância de não perder a fé mesmo diante de desafios aparentemente insuperáveis.

A Força (Conselho) + A Lua (Desafio):
Sugere abordar desafios com intuição e equilíbrio emocional. A Lua como desafio destaca a necessidade de não se deixar iludir por ilusões ou medos imaginários.
A Força (Conselho) + O Sol (Desafio):

A Força aconselha a aplicar a força com alegria e confiança. O Sol como desafio destaca a importância de não deixar que otimismo excessivo cegue para os desafios reais.

A Força (Conselho) + O Julgamento (Desafio):

Aconselha a lidar com desafios de maneira consciente e avaliar ações passadas. O Julgamento como desafio destaca a necessidade de não se apegar a culpas passadas, permitindo que o processo de avaliação seja construtivo.

A Força (Conselho) + O Mundo (Desafio):

Sugere aplicar a força para alcançar realizações significativas. O Mundo como desafio destaca a necessidade de não se contentar com conquistas superficiais, mas buscar a verdadeira plenitude.


A carta da Força, ao surgir em diferentes contextos e desafios, destaca a importância de aplicar a força interior com sabedoria, equilíbrio e coragem. Ela nos lembra que a verdadeira força não está na dominação externa, mas na habilidade de controlar os impulsos internos e enfrentar os desafios com integridade. Cada combinação com outros Arcanos Maiores oferece nuances específicas, proporcionando orientações valiosas para situações diversas. Ao abraçar a força interior de forma consciente, somos capazes de transformar desafios em oportunidades de crescimento e autodescoberta.


Desafios e Conselhos com Arcanos Maiores, tendo A Força como Desafio:


O Louco (Conselho) + A Força (Desafio):

O Louco aconselha a enfrentar desafios com mais desprendimento e espontaneidade. A Força como desafio destaca a necessidade de controlar impulsos e agir com mais consideração.

O Mago (Conselho) + A Força (Desafio):

O Mago sugere direcionar habilidades e conhecimentos com sabedoria. A Força como desafio destaca a importância de não deixar que a força interior seja mal direcionada.

A Sacerdotisa (Conselho) + A Força (Desafio):

A Sacerdotisa aconselha a buscar equilíbrio entre a intuição e a força exterior. A Força como desafio indica a necessidade de não ignorar aspectos mais sutis ao lidar com desafios.

A Imperatriz (Conselho) + A Força (Desafio):

A Imperatriz sugere incorporar a energia maternal e criativa ao enfrentar desafios. A Força como desafio destaca a importância de não deixar que o desejo de controle prejudique a fluidez natural.

O Imperador (Conselho) + A Força (Desafio):

O Imperador aconselha a aplicar autoridade e sabedoria. A Força como desafio destaca a necessidade de evitar excesso de autoritarismo e permitir espaço para colaboração.

O Hierofante (Conselho) + A Força (Desafio):

O Hierofante sugere buscar força espiritual e orientação interior. A Força como desafio destaca a importância de questionar tradições e dogmas, buscando compreensão mais profunda.

Os Enamorados (Conselho) + A Força (Desafio):

Os Enamorados aconselham lidar com desafios amorosos com compaixão e discernimento. A Força como desafio indica a necessidade de controlar impulsos emocionais.

O Carro (Conselho) + A Força (Desafio):

O Carro sugere superar obstáculos com determinação. A Força como desafio destaca a importância de não permitir que a impulsividade atrapalhe o progresso planejado.

A Justiça (Conselho) + A Força (Desafio):

A Justiça aconselha abordar situações com equilíbrio emocional. A Força como desafio destaca a necessidade de não ceder a raiva e buscar soluções ponderadas.

O Eremita (Conselho) + A Força (Desafio):

O Eremita sugere encontrar força na reflexão interior. A Força como desafio destaca a importância de não se isolar excessivamente, buscando equilíbrio entre o autoconhecimento e a interação social.

A Roda da Fortuna (Conselho) + A Força (Desafio):

A Roda da Fortuna aconselha enfrentar mudanças com coragem e resistência. A Força como desafio destaca a necessidade de aceitar que nem tudo está sob controle e adaptar-se às reviravoltas.

O Enforcado (Conselho) + A Força (Desafio):

O Enforcado aconselha encontrar força na aceitação e sacrifício. A Força como desafio destaca a necessidade de não resistir a mudanças e ver desafios de uma perspectiva diferente.

A Morte (Conselho) + A Força (Desafio):

A Morte sugere abraçar transformações com força interior. A Força como desafio destaca a importância de não temer o fim, mas enxergá-lo como um renascimento.

A Temperança (Conselho) + A Força (Desafio):

A Temperança aconselha buscar equilíbrio e moderação. A Força como desafio destaca a necessidade de não se deixar levar por extremos, encontrando harmonia nas ações.

O Diabo (Conselho) + A Força (Desafio):

O Diabo sugere resistir às tentações negativas e enfrentar desafios com coragem. A Força como desafio destaca a importância de controlar impulsos destrutivos.

A Torre (Conselho) + A Força (Desafio):

A Torre aconselha lidar com eventos inesperados com força e resiliência. A Força como desafio destaca a necessidade de não sucumbir ao caos, mas utilizar a força interior para reconstruir.

A Estrela (Conselho) + A Força (Desafio):

A Estrela sugere encontrar esperança e inspiração mesmo nos desafios. A Força como desafio destaca a importância de não perder a fé em meio às dificuldades.

A Lua (Conselho) + A Força (Desafio):

A Lua aconselha lidar com a confusão emocional com força interior e intuição. A Força como desafio destaca a necessidade de não permitir que medos irracionais influenciem decisões.

O Sol (Conselho) + A Força (Desafio):

O Sol sugere encarar desafios com otimismo e vitalidade. A Força como desafio destaca a importância de não deixar que a energia positiva se transforme em arrogância.

O Julgamento (Conselho) + A Força (Desafio):

O Julgamento aconselha enfrentar julgamentos com força interior e autoaceitação. A Força como desafio destaca a necessidade de não se abalar por críticas externas, mantendo a confiança interna.

O Mundo (Conselho) + A Força (Desafio):

O Mundo sugere celebrar conquistas com humildade. A Força como desafio destaca a importância de não deixar que sucessos passados impeçam o crescimento contínuo.


Ao ter A Força como desafio, o Tarô destaca a necessidade de direcionar a força interior de maneira consciente ao lidar com situações desafiadoras. Cada combinação oferece orientações específicas, lembrando-nos de aplicar sabedoria, equilíbrio e coragem ao enfrentar obstáculos. A Força, quando vista como desafio, destaca a importância de não deixar que a energia poderosa se torne destrutiva, mas sim uma fonte de transformação positiva.


A Força Interior no Tarot Mitológico: Reflexões na Jornada do Herói

Na conclusão da carta "A Força" no tarot mitológico, percebemos a manifestação plena do arquétipo da força interior, representada pela figura da heroína que domina a fera. Essa carta, embora profundamente enraizada na mitologia, transcende as narrativas específicas ao incorporar elementos simbólicos que ressoam universalmente.


A jornada do herói, um arquétipo atemporal que permeia as narrativas mitológicas e literárias, encontra um momento crucial na representação da Força. Nesse estágio, o herói, muitas vezes simbolizado pelo Louco, transcende os desafios iniciais e mergulha em uma profunda exploração de sua própria força interior. A carta sugere que a verdadeira bravura reside na capacidade de domar as bestas interiores, em vez de sucumbir a elas.


Ao evitar a redundância de termos, destacamos como a Força transcende simples conceitos de coragem física, abrangendo coragem moral e espiritual. A jornada do Louco, que inicialmente representa a busca pela descoberta e autenticidade, atinge um ponto culminante aqui. A Força simboliza não apenas a vitória sobre desafios externos, mas também a harmonização interna, um domínio equilibrado das emoções e instintos.


A imagem da heroína controlando o leão reflete a integração bem-sucedida do instinto animal com a sabedoria humana. Isso ressalta a importância da autodisciplina e do autocontrole no caminho da evolução pessoal. A Força, portanto, não se limita à força bruta, mas à compreensão e aplicação consciente do poder que reside dentro de nós.


Neste estágio da jornada, o Louco, agora mais sábio e centrado, encontra a capacidade de transcender as limitações autoimpostas. A Força sugere que a verdadeira maestria reside na capacidade de lidar com a dualidade, integrando as partes aparentemente opostas do self.


Ao evitar o dualismo simplista, a carta convida o herói a aceitar a totalidade de sua natureza, encontrando assim uma força mais autêntica e duradoura.


Em última análise, a carta "A Força" no tarot mitológico transcende a mera representação de uma batalha física. Ela celebra a alquimia interior, a síntese dos elementos contrastantes da jornada do herói. Ao fazê-lo, a carta destaca que a verdadeira força não está apenas em enfrentar desafios externos, mas em abraçar a totalidade de quem somos, consolidando assim uma transformação significativa no percurso do Louco em sua jornada arquetípica.


Os 22 Arcanos Maiores do Tarot Mitológico representam aspectos essenciais da jornada espiritual e da vida humana, muitas vezes associados a signos do zodíaco. Abaixo, você encontrará as correlações de cada carta com um signo do zodíaco:


  • O Louco - Áries: O Louco representa o começo de uma jornada, aventureiro e cheio de entusiasmo, refletindo a energia ardente de Áries.

  • O Mago - Gêmeos: O Mago é habilidoso e versátil, assim como a natureza comunicativa e curiosa de Gêmeos.

  • A Sacerdotisa - Virgem: A Sacerdotisa simboliza a introspecção e o conhecimento profundo, características associadas a Virgem.

  • A Imperatriz - Touro: A Imperatriz é a personificação da fertilidade e da abundância, semelhante à natureza terrena e luxuriante de Touro.

  • O Imperador - Capricórnio: O Imperador representa o poder e a autoridade, qualidades associadas a Capricórnio.

  • O Hierofante - Touro: O Hierofante simboliza a busca de sabedoria espiritual e a tradição, refletindo as características de Touro.

  • Os Amantes - Gêmeos: Os Amantes representam o amor e a dualidade, assim como a natureza mutável de Gêmeos.

  • A Carruagem - Câncer: A Carruagem simboliza a determinação e a vontade, características ligadas a Câncer.

  • A Justiça - Libra: A Justiça reflete a balança da equidade e do equilíbrio, semelhante à natureza de Libra.

  • 10. O Eremita - Virgem: O Eremita representa a busca da sabedoria interior e a introspecção, características compartilhadas com Virgem.

  • A Roda da Fortuna - Sagitário: A Roda da Fortuna simboliza a mudança e o destino, semelhante à natureza expansiva de Sagitário.

  • A Força - Leão: A Força representa a coragem e a compaixão, características associadas a Leão.

  • O Enforcado - Peixes: O Enforcado simboliza o sacrifício e a entrega, refletindo a natureza sensível e espiritual de Peixes.

  • A Morte - Escorpião: A Morte representa transformação e renascimento, semelhante à intensidade de Escorpião.

  • O Diabo - Capricórnio: O Diabo simboliza desejos terrenos e amarras, características compartilhadas com Capricórnio.

  • A Torre - Marte: A Torre é uma carta de mudança abrupta e destruição, refletindo a energia impulsiva de Marte, que rege Áries.

  • A Estrela - Aquário: A Estrela representa esperança e inspiração, semelhante à natureza visionária de Aquário.

  • A Lua - Câncer: A Lua simboliza a intuição e os mistérios do subconsciente, características compartilhadas com Câncer.

  • O Sol - Leão: O Sol é uma carta de alegria, sucesso e otimismo, semelhante à natureza radiante de Leão.

  • O Julgamento - Escorpião: O Julgamento representa a renovação espiritual e a transformação profunda, características associadas a Escorpião.

  • O Mundo - Sagitário: O Mundo simboliza a realização e a expansão, semelhante à busca de conhecimento e aventura de Sagitário.

  • O Universo - Capricórnio: O Universo representa a conclusão e a realização final, refletindo a natureza ambiciosa de Capricórnio.


Essas correlações ajudam a entender as cartas dos Arcanos Maiores do Tarot Mitológico em relação aos signos do zodíaco, proporcionando uma perspectiva mais profunda sobre como as energias arquetípicas se relacionam com a astrologia.


Se você ainda tem dúvidas ou deseja explorar ainda mais as artes divinatórias, não perca mais tempo procurando respostas. Faça agora sua consulta com o Tarot Mitológico e descubra o que o futuro reserva para você. Acesse nosso site e faça uma consulta.


tarot mitologico online





Comments


Consultores:

bottom of page