top of page

Oráculo da Deusa - Lilith: Significado e interpretação deste Tarot


deusa Lilith encostada em um tronco de arvore nua com uma cobra amarela e verde em seu pesçoco

A Simbologia da Carta Lilith no Oráculo da Deusa


Lilith é uma figura intrigante e enigmática na mitologia, cujas origens remontam a diferentes tradições culturais e religiosas. Ela é frequentemente associada à mitologia judaica, mas também tem presença em outras culturas, como a suméria e a babilônica.


Na mitologia judaica, Lilith é comumente vista como a primeira esposa de Adão, criada a partir do mesmo barro que ele. No entanto, ela se recusou a se submeter a Adão, rejeitando sua autoridade e buscando igualdade. Essa atitude desafiadora a levou a ser expulsa do Jardim do Éden. A partir desse momento, Lilith tornou-se uma figura associada a forças demoníacas e considerada um ser noturno que se alimentava da essência vital dos homens e crianças recém-nascidas.


Na tradição suméria, Lilith é muitas vezes relacionada à deusa Inanna, uma divindade associada à fertilidade, amor e guerra. Sob esse contexto, Lilith é vista como uma consorte rebelde, que desafia as normas sociais e as expectativas divinas. Ela personifica a liberdade feminina e a autonomia, características que a tornam uma figura complexa e multifacetada.


Além disso, na mitologia babilônica, Lilith é associada à temível Lilitu, uma classe de demônios femininos que eram frequentemente retratados como seres noturnos que se alimentavam da energia vital dos homens. Esses demônios eram temidos por sua capacidade de trazer doenças e morte, refletindo a dualidade de Lilith como uma figura de poder e perigo.



É interessante notar que, ao longo dos séculos, a figura de Lilith evoluiu e foi reinterpretada em várias tradições religiosas e culturais. Ela foi incorporada em diversas obras literárias, artísticas e filosóficas, muitas vezes como símbolo de rebeldia e autonomia feminina.


A mitologia de Lilith destaca a complexidade das representações femininas nas tradições mitológicas e religiosas, refletindo as tensões sociais e culturais em torno do papel das mulheres ao longo da história. A persistência e ressonância da figura de Lilith ao longo do tempo evidenciam a sua importância como uma personagem que transcende fronteiras culturais e temporais.


O Significado da Carta Lilith no Oráculo da Deusa


No contexto do "Oráculo da Deusa", a carta representando Lilith assume uma interpretação única e simbólica, centrada nos aspectos arquetípicos da divindade feminina. No oráculo, as cartas muitas vezes capturam a essência das deusas e suas mensagens para orientação espiritual e reflexão.


A carta de Lilith, no Oráculo da Deusa, pode ser interpretada como um chamado à libertação e à expressão autêntica do eu. Ela simboliza a força interior, independência e empoderamento feminino. Lilith, nesse contexto, encoraja a quebrar as correntes das expectativas sociais e abraçar a autenticidade.


Ao receber a carta de Lilith, pode ser um sinal para explorar a própria autonomia e abraçar a rebelião saudável contra normas restritivas. A mensagem pode ser de autoafirmação, encorajando a confiança nas próprias habilidades, desejos e intuições, sem se curvar às pressões externas.


Além disso, a presença de Lilith no Oráculo da Deusa também pode indicar a necessidade de reconectar com a energia feminina divina, honrando a dualidade de força e suavidade. Ela lembra que a feminilidade não é sinônimo de fragilidade, mas sim de poder resiliente.


Em resumo, a carta de Lilith no Oráculo da Deusa é uma chamada para abraçar a liberdade interior, afirmar a própria identidade e confiar na força interior para seguir um caminho autêntico. Essa interpretação reflete a natureza complexa e multifacetada da figura mitológica de Lilith, agora canalizada como um guia espiritual no contexto do Oráculo da Deusa.


Poema da Deusa Lilith


PODER

''Eu danço a minha vida para mim mesma

sou inteira

sou completa

digo o que penso

e penso o que digo

Eu danço a escuridão e a luz

o consciente e o inconsciente

o sadio e o insano

e falo por mim mesma

autenticamente

com total convicção

sem me importar com as aparências

Todas as partes de mim

fluem para o todo

todos os meus aspectos divergentes tomam-se um

Eu ouço

o que é preciso ouvir 

nunca peço desculpas

sinto os meus sentimentos

Eu nunca me escondo

vivo a minha sexualidade

para agradar a mim mesma

e agradar aos outros

Expresso-a como deve ser expressa

do âmago do meu ser 

da totalidade da minha dança

Eu sou fêmea

sou sexual

sou o poder

e era muito temida.''


Sugestão de Ritual Deusa Lilith - Cerimônia de cortar a corda


Você pode fazer este ritual a qualquer momento. Trabalhar com o ciclo lunar aumentará o seu poder. Uma boa hora para cortar as cordas é na Lua nova. A época certa para colocá-las é o dia seguinte ao da Lua cheia. Você pode usá-las até a Lua nova ou mantê-las por um período maior ou menor — o que achar melhor.

 

Você precisará de corda, fio, barbante ou o que lhe parecer mais apropriado. Deve ser firme o suficiente para você usar pelo tempo que for preciso. Você também precisará de uma tesoura, de uma faca, de um turíbulo, de um caldeirão ou de um fogão a lenha. O ritual pode ser feito a sós ou com outras pessoas.

 

Preparação: Escolha até três situações em que não estava ligada ao seu poder. Talvez você tenha ficado com medo de utilizá-lo, ou pode ser que suas crenças a impeçam de expressá-lo. Em seguida, escolha uma data para colocar as cordas. Pode ser agora mesmo, ou talvez você prefira alinhar-se com os ciclos da Lua. Quando se decidir quanto à data, junte todas as coisas listadas acima.

 

Cerimónia: Você pode traçar um círculo ou fazer o que lhe parecer mais adequado. Quando estiver pronta, pegue a sua corda e corte-a no comprimento desejado, que deve ser determinado pelo lugar do corpo em que você pretende amarrá-la; por exemplo, nos tornozelos, nos pulsos, na garganta ou na cintura. O local escolhido será determinado pelo que o cordão representar. Se quiser transformar o que a impede de caminhar em todo o seu poder, você pode amarrar a corda em volta dos tornozelos. Se tiver problemas para dizer a sua verdade, talvez deva amarrá-la na garganta. Se tem medo de que a sua sexualidade a impeça de manifestar o seu poder, talvez seja conveniente amarrar a corda mais embaixo, ao redor dos -quadris. Faça oque lhe parecer mais certo.

 

Enquanto estiver amarrando a corda junto à sua pele, afirme o significado dela. Por exemplo: "Esta corda simboliza o meu desejo de estar em meu poder ao deparar a minha própria verdade." Quando terminar, passe à corda seguinte: Você pode optar por trabalhar com apenas uma corda por vez ou com três. Lembre-se de dar atenção a todas as cordas. Durante os dias que separam a colocação e o corte das cordas, você precisará concentrar-se em cada corda e no que ela representa, olhando-a ou sentindo-a junto à pele.

 

No dia ou noite que você escolheu para cortar as cordas, pegue o queimador de incenso, o caldeirão ou fogão a lenha, fósforos e uma faca ou tesoura. Agora trace um círculo ou faça o que lhe parecer mais adequado. Quando estiver pronta, acenda o que estiver usando. Você deseja dançar e tocar selvagemente o tambor, gritar o significado das cordas e como a retomar o poder ao cortá-las? Ou prefere ficar sentada em silêncio, confirmar o significado das cordas e seu desejo de retomar o poder, cortando-as em seguida? Faça o que for melhor para você. Talvez queira cortar cada corda de forma diferente. Corte a primeira corda, passe à seguinte, até que todas as cordas estejam cortadas. Agora pegue-as e coloque-as no turíbulo, caldeirão ou no fogão a lenha e observe-as enquanto queimam. Sinta um fluxo de poder enquanto observa cada corda transformando-se em fumaça.

 

Se quiser dançar, deixe que a dança simbolize a sua intenção de reconquistar o poder e tudo o que a corda significa para você. Quando terminar, corte as cordas e jogue-as no fogo.

 

Se estiver fazendo este ritual em grupo, o grupo pode tocar tambor ou uma música. Cada membro terá sua vez no centro do círculo para dançar suas cordas. Quando a dança terminar, a própria pessoa pode cortar as cordas ou designar outra pessoa para cortá-las. Então ela atira as cordas ao fogo, e quando tiverem, queimado é a vez da próxima pessoa, até todas terem dançado, cortado e queimado suas cordas.

 

Respire fundo e sinta sua nova noção de poder. Se você traçou um círculo, libere o que foi chamado para fazer parte dele com gratidão. Agradeça a Lilith por lhe apontar o caminho para o seu próprio poder.


A carta Lilith no Tarot, como a maioria das cartas, tem aspectos positivos e negativos, que variam dependendo do contexto da leitura e das cartas circundantes. Aqui estão os principais aspectos positivos e negativos associados à Lilith:


Aspectos Positivos da Carta de Lilith no Jogo de Tarot:

  1. Autenticidade e Autonomia: A carta de Lilith sugere um período propício para expressar-se autenticamente, sem se submeter a normas sociais restritivas. É um momento para abraçar a própria verdade e agir com independência.

  2. Força Interior e Empoderamento: Lilith representa a força interior inabalável e o empoderamento feminino. A presença desta carta indica a capacidade de enfrentar desafios com determinação e coragem.

  3. Libertação de Amarras: Esta carta sugere a libertação de quaisquer restrições que possam estar impedindo o progresso. Pode ser interpretada como um convite para quebrar correntes emocionais, mentais ou espirituais.

  4. Rebelião Saudável: Lilith encoraja uma rebelião saudável contra expectativas opressivas. Este é um momento para desafiar convenções e trilhar um caminho que seja verdadeiro para si mesmo, mesmo que isso signifique ir contra a corrente.

  5. Conexão com a Energia Feminina Divina: A carta de Lilith sugere uma reconexão profunda com a energia feminina divina. Isso pode envolver honrar a intuição, a sensibilidade e a criatividade como fontes poderosas de orientação.


Aspectos Negativos da Carta de Lilith no Jogo de Tarot:

  1. Rebelião Desnecessária: Em um contexto negativo, a carta de Lilith pode indicar uma rebelião impulsiva ou desnecessária, levando a conflitos desnecessários.

  2. Desafios na Comunicação: Pode haver desafios na comunicação, especialmente se a expressão autêntica não for equilibrada com sensibilidade e empatia. Isso pode levar a mal-entendidos ou confrontos.

  3. Risco de Isolamento: A busca excessiva por independência pode levar ao isolamento. A carta sugere a importância de equilibrar a autonomia com a conexão saudável com os outros.

  4. Confronto com Autoridades: Lilith pode indicar a possibilidade de conflitos com figuras de autoridade ou estruturas estabelecidas. É importante manejar essas situações com sabedoria para evitar repercussões negativas.

  5. Desconexão com a Espiritualidade: Em um aspecto negativo, a carta de Lilith pode sugerir uma desconexão com as dimensões espirituais mais elevadas. É importante equilibrar a expressão terrena com uma consciência espiritual para evitar a alienação completa.


Veja também o significado de cada Carta do Oráculo da Deusa:

 

  • Significado da carta - Afrodite: Deusa grega representando o arquétipo do amor.

  • Significado da carta - Amaterasu: Deusa japonesa do sol representando o arquétipo da beleza.

  • Significado da carta - Ártemis: Na mitologia grega, é a deusa da caça e da natureza selvagem representando o arquétipo da individualidade.

  • Significado da carta - Baba Yaga: Personagem da mitologia eslava, muitas vezes retratada como uma bruxa sábia. Representando o arquétipo da mulher selvagem.

  • Significado da carta - Bast: Deusa egípcia associada à casa, ao amor e à proteção. Representando o arquétipo brincadeira.

  • Significado da carta - Blodeuwedd: Deusa celta da primavera e da transformação. Representando o arquétipo da traição.

  • Significado da carta - Brígida: Deusa celta associada à cura, à poesia e à forja. Representando o arquétipo da inspiração.

  • Significado da carta - Cerridwen: Deusa celta da inspiração e da poção da sabedoria. Representando o arquétipo da morte e renascimento.

  • Significado da carta - Coatlicue: Deusa asteca da terra e da fertilidade. Representando o arquétipo da dor.

  • Significado da carta - Demeter: Deusa grega da agricultura e da colheita. Representando o arquétipo dos sentimentos e emoções.

  • Significado da carta - Durga: Deusa hindu da guerra justa. Representando o arquétipo dos limites.

  • Significado da carta - Eostre: Deusa germânica da primavera. Representando o arquétipo do crescimento.

  • Significado da carta - Erínias: Na mitologia grega, são deusas da vingança. Representando o arquétipo da crise.

  • Significado da carta - Esfinge: Criatura mítica grega com corpo de leão e cabeça humana. Representando o arquétipo do desafio.

  • Significado da carta - Eurínome: Deusa grega associada à criação e à dança. Representando o arquétipo do êxtase.

  • Significado da carta - Freia: Deusa nórdica do amor e da fertilidade. Representando o arquétipo da sexualidade.

  • Significado da carta - Gildéptis: Deusa indígena da fertilidade e da pesca. Representando o arquétipo da síntese.

  • Significado da carta - Hator: Deusa egípcia do amor, da beleza e da música. Representando o arquétipo do prazer.

  • Significado da carta - Hécate: Deusa grega associada à magia, à lua. Representando o arquétipo da encruzilhada.

  • Significado da carta - Héstia: Na mitologia grega, é a deusa da família. Representando o arquétipo do lar.

  • Significado da carta - Iemanjá: Deusa africana, especialmente reverenciada no candomblé, associada ao mar e à maternidade. Representando o arquétipo da entrega.

  • Significado da carta - Inanna: Deusa suméria da fertilidade, do amor e da guerra. Representando o arquétipo do abraçando a sombra.

  • Significado da carta - Isis: Deusa egípcia da maternidade, magia e proteção. Representando o arquétipo da maternidade.

  • Significado da carta - Ix Chel: Deusa maia da lua, do amor e da medicina. Representando o arquétipo da criatividade.

  • Significado da carta - Kali: Deusa hindu da destruição e renovação. Representando o arquétipo do medo.

  • Significado da carta - Kuan Yin: Deusa budista da compaixão e da misericórdia. Representando o arquétipo da compaixão.

  • Significado da carta - Lakshmi: Deusa hindu da prosperidade, riqueza e beleza. Representando o arquétipo da abundância.

  • Significado da carta - Maat: Deusa egípcia da verdade, justiça e ordem cósmica. Representando o arquétipo da justiça.

  • Significado da carta - Maeve: Rainha lendária da mitologia irlandesa, associada à soberania e à guerra. Representando o arquétipo da responsabilidade.

  • Significado da carta - Maya: Deusa hindu da ilusão e da criatividade cósmica. Representando o arquétipo da ilusão.

  • Significado da carta - Minerva: Na mitologia romana, é a deusa da sabedoria, das artes e da estratégia militar. Representando o arquétipo das crenças.

  • Significado da carta - Morgana, a Fada: Personagem da lenda arturiana, muitas vezes retratada como feiticeira e conselheira. Representando o arquétipo dos ritmos.

  • Significado da carta - Mulher do Milho: Figura importante nas mitologias indígenas americanas, associada à fertilidade e à colheita. Representando o arquétipo do alimento.

  • Significado da carta - Mulher Mutante: Representação simbólica da transformação e da adaptabilidade feminina. Representando o arquétipo dos ciclos.

  • Significado da carta - Nu Kua: Deusa chinesa da criação e da restauração. Representando o arquétipo da ordem.

  • Significado da carta - Nut: Deusa egípcia do céu e dos astros. Representando o arquétipo do mistério.

  • Significado da carta - Oxum: Deusa africana do rio, do amor e da fertilidade. Representando o arquétipo da sensualidade.

  • Significado da carta - Oya: Deusa iorubá do vento, tempestades e transformação. Representando o arquétipo da mudança.

  • Significado da carta - Pachamama: Deusa andina da terra e da fertilidade. Representando o arquétipo da cura e o sagrado.

  • Significado da carta - Pele: Deusa havaiana dos vulcões, associada à criação e destruição. Representando o arquétipo do despertar.

  • Significado da carta - Rhiannon: Deusa celta associada à terra, à lua e à fertilidade. Representando o arquétipo da dúvida.

  • Significado da carta - Sedna: Deusa inuit do mar, associada à pesca e à proteção dos animais marinhos. Representando o arquétipo da vítima.

  • Significado da carta - Sekhmet: Deusa egípcia da guerra, da cura e da justiça. Representando o arquétipo da raiva.

  • Significado da carta - Senhora das Feras: Deusa celta associada à proteção dos animais selvagens. Representando o arquétipo do relacionamento.

  • Significado da carta - Shakti: Na tradição hindu, é a energia cósmica feminina que impulsiona a criação. Representando o arquétipo da energia.

  • Significado da carta - Sheila Na Gig: Figura mítica celta, muitas vezes representada como uma escultura grotesca associada à fertilidade. Representando o arquétipo da abertura.

  • Significado da carta - Sofia: Na tradição gnóstica, é a personificação da sabedoria divina feminina. Representando o arquétipo da sabedoria.

  • Significado da carta - Sulis: Deusa celta associada às águas termais e à cura. Representando o arquétipo da doença e saúde.

  • Significado da carta - Tara: Deusa budista da compaixão e virtude. Representando o arquétipo da centralização.

  • Significado da carta - Uzume: Deusa japonesa da alegria, dança e humor. Representando o arquétipo do riso

  • Significado da carta - Vila: Na mitologia eslava, é uma espécie de fada ou espírito da natureza. Representando o arquétipo da mudança de forma.


Ao explorar a mitologia rica e complexa de Lilith, seja na tradição judaica, suméria ou babilônica, percebemos que ela transcende as fronteiras temporais e culturais, emergindo como uma figura arquetípica de profunda significância. No contexto do Oráculo da Deusa e do Tarot, a carta de Lilith assume um papel fundamental, guiando-nos na busca pela verdadeira autenticidade e empoderamento feminino.


Os aspectos positivos da carta de Lilith destacam a importância da autonomia, força interior e libertação de amarras. Este é um convite para abraçar a rebelião saudável contra normas opressivas, honrando a própria voz e verdade. Ao mesmo tempo, a conexão com a energia feminina divina nos recorda da riqueza que encontramos na intuição, na sensibilidade e na criatividade.


No entanto, é crucial estar atento aos aspectos desafiadores representados pela carta de Lilith. A rebelião desnecessária, os conflitos na comunicação e o risco de isolamento são advertências para serem abordadas com sabedoria. Encontrar o equilíbrio entre a expressão autêntica e a empatia é fundamental para navegar por essas energias poderosas.


Assim, ao incorporar a mensagem de Lilith no caminho espiritual feminino, somos chamados a reconhecer a dualidade de força e suavidade, a autonomia e a conexão comunitária. Encontrar inspiração na energia de Lilith é aceitar a complexidade da feminilidade, abraçando a verdadeira essência de ser mulher no mundo. Que a jornada espiritual guiada por Lilith seja uma busca contínua pela autenticidade, empoderamento e harmonia interior. Que possamos nos conectar profundamente com nossa própria divindade feminina e, assim, trilhar um caminho iluminado pela força autêntica e transcendente de Lilith.


Se gostou do nosso conteúdo, sinta-se à vontade para compartilhá-lo com seus amigos e familiares.

Se você ainda tem dúvidas ou deseja explorar ainda mais as artes divinatórias, não perca mais tempos. Faça agora uma consulta com o Oráculo da Deusa e descubra o que o futuro reserva para você. Visite nosso site e faça sua consulta.

Commentaires


Consultores:

bottom of page